Home > Notícias

HP lança nova versão do Slate, seu tablet com Windows 7

Batizado de “Slate 2”, aparelho é voltado ao mercado corporativo e tem processador Atom de 1.5 GHz e 32 GB de memória interna

Agam Shah, IDG News Service

03/11/2011 às 15h46

Foto:

Uma semana após anunciar a decisão de manter sua divisão de computadores pessoais a HP anuncia o lançamento de uma nova versão de seu tablet com Windows 7, o Slate 500. Batizado de Slate 2 e voltado ao mercado corporativo, o aparelho tem uma tela capacitiva multi-toque de 8.9 polegadas e um processador Intel Atom Z670 rodando a 1.5 GHz. A HP conseguiu reduzir o preço para US$ 699 ao criar uma configuração com apenas 32 GB de memória interna. O sistema operacional é o Windows 7 Home Premium. O aparelho estará disponível mundialmente ainda em Novembro.

slate2-360px.jpg
HP Slate 2: processador Atom e Windows 7

Este é o primeiro tablet lançado pela HP após a empresa anunciar a decisão de manter a divisão de sistemas pessoais (Personal Systems Group), que produz smartphones, tablets e PCs. Recentemente a HP decidiu cancelar a produção dos tablets TouchPad e dos smartphones da família Pre, todos baseados em tecnologia e um sistema operacional (o WebOS) adquiridos da Palm. O futuro dos tablets e PCs da HP agora gira ao redor do Windows 8, e a empresa afirma que irá lançar um tablet com Windows 8 no futuro. O Slate 2 é baseado no Windows 7, mas oficiais da HP não informaram se haverá um caminho de migração para o Windows 8.

Como um tablet corporativo, o Slate 2 se integra facilmente em ambientes Windows, disse Kyle Thornton, gerente da categoria de produtos emergentes da HP. Assim como os PCs, o tablet pode rodar quaisquer aplicativos desenvolvidos para o Windows. “Clientes corporativos estão realmente procurando uma fácil integração com sua infraestrutura”, disse Thornton. Segundo ele, é necessário trabalho extra para integrar aparelhos baseados nos sistemas Android (da Google) e iOS (da Apple) aos ambientes de TI.

Segundo Thornton, o Slate 2 pode ser usado para acessar documentos corporativos ou tomar notas usando a uma caneta (stylus). Com um teclado externo opcional, o aparelho se transforma em um PC.

O Slate 2 também tem recursos de segurança e ferramentas que permitem aos administradores gerenciar remotamente o aparelho. Dados podem ser apagados com um comando remoto em caso de perda ou roubo, e a HP inclui em seu tablet  o Computrace Pro, da Absolute Software, que ajuda a rastrear aparelhos perdidos. O hardware também inclui o Trusted Platform Management (TPM), uma tecnologia de autenticação e criptografia baseada em hardware. Também há uma ferramenta para que os administradores de sistema possam distribuir uma imagem de sistema padronizada a centenas de tablets, diz Thornton.

O tablet é baseado em um dos mais recentes processadores móveis da Intel, o Atom Z670, uma CPU single-core que roda a 1.5 GHz. Ele tem aceleradores para facilitar a decodificação de vídeo em 1080p, e segundo o fabricante também pode rodar o Android 3.0, de codinome Honeycomb. A HP não informou se tem planos de oferecer uma versão do tablet com o Android pré-instalado.

A HP irá competir com a Dell, que anunciou recentemente o tablet Latitude ST, também baseado no Windows 7, e com a Cisco, que oferece um tablet Android chamado Cius. O iPad, da Apple, é o tablet mais popular no mercado comporativo, onde é usado para acesso a e-mail, calendários, web e documentos corporativos.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail