Home > Notícias

IBM bane Siri, iCloud e Dropbox nos iPhones dos funcionários

Companhia diz estar preocupada com o fato de que informações sensíveis possam ficar expostas.Empresa permite que funcionários usem seus smartphones para trabalho

Macworld / Austrália

25/05/2012 às 11h20

Foto:

A IBM baniu o Siri, o Dropbox e o iCloud dos iPhones de seus funcionários por preocupações com segurança de dados. A empresa de tecnologia introduziu uma política “traga seu próprio aparelho” em 2010, o que permite que 80 mil de seus 400 mil funcionários acessem as redes da companhia a partir de seus próprios smartphones ou aparelhos mobile. 

Mas a CIO da IBM, Jeanette Horan, agora diz estar preocupada que informações sensíveis possam ser registradas além dos servidores da IBM. Em entrevista para o MIT Technology News, Horan disse: “Nós somos apenas extraordinariamente conservadores. É a natureza do nosso negócio”. Segundo a reportagem, “a equipe de Horan estabeleceu diretrizes sobre quais aplicativos os funcionários da IBM podem usar e quais eles devem evitar”.

Na lista de apps banidos estão serviços de transferência de arquivos como Dropbox. A CIO diz que a IBM teme que o uso de tais programas poderia permitir que dados sensíveis ficassem “soltos” por aí.

“Na pesquisa, descobriu-se que outros funcionários estavam violando o protocolo ao encaminhar automaticamente seus e-mails da IBM para serviços públicos de e-mail na web ou usando seus smartphones para criar hotspots abertos de Wi-Fi, o que torna os dados vulneráveis.”

O site especializado Cult of Mac acredita que os medos de Horan com o Siri são baseados “no fato de que o Siri é uma solução baseada na nuvem e de crowdsourcing”. O iPhone 4S envia dados de voz para a Apple para reconhecimento e interpretação de voz. De acordo com a página, a empresa desabilitou o assistente da Apple nos iPhones ao alavancar o framework de MDM (gerenciamento de aparelho móvel) embutido nos aparelhos.

Leia também:

- Vídeo: Siri explica a vida para John Malkovich em novo comercial

sirilogo01.jpg

No Siri for You: IBM bloqueou assistente de voz do iPhone 4S para seus funcionários

“O Siri também exige acesso a informações pessoais em um iPhone 4S – como contatos – e as relações entre um usuário de iPhone 4S e os seus contatos. O Siri também ganha acesso aos seus dados de localização. Isso é muito informação sendo enviada para os servidores da Apple – servidores sobre os quais a IBM não tem nenhum controle”, diz a reportagem do Cult of Mac.

O sentimento é de que simples tarefas como agendar reuniões, enviar e-mails ou mensagens, adicionar contatos e configurar lembretes poderiam apresentar riscos potenciais para empreendimentos comerciais da IBM se elas fossem gravadas no local errado.

O departamento de TI da IBM de 5 mil pessoas precisa lidar com cada um dos aparelhos de forma independente.

“O aparelho de cada funcionário é tratado diferentemente, dependendo de qual é o modelo e quais as responsabilidades profissionais da pessoa”, afirma a reportagem do MIT. “Algumas pessoas só tem permissão para receber e-mails, calendários e contatos da IBM em seus aparelhos portáteis, enquanto que outra podem acessar aplicativos e arquivos internos da IBM.”

Vale lembrar que o Siri é exclusivo do iPhone 4S e ainda não possui suporte para o português brasileiro.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail