Home > Notícias

Identificação nos fóruns da Blizzard gera polêmica

Todos os jogadores dos games World of Warcraft e StarCraft terão de usar seus nomes reais para participar de discussões.

Computerworld / EUA

12/07/2010 às 19h06

Foto:

A Activision Blizzard anunciou nesta semana que até o final do mês exigirá que os assinantes de World of Warcraft e StarCraft usem seus nomes reais nos fóruns de dsicussão dos jogos, na hora de postar os comentários. O fato provocou um intenso debate sobre anonimato e questões de privacidade.

A Blizzard justificou o pedido sob a alegação de que quer encerrar as "discussões e outras coisas desagradáveis"em seus fóruns. Segundo a empresa, "removendo o véu do anonimato típico do diálogo online, poderemos criar um ambiente mais positivo aos fóruns,  promovendo conversas construtivas". A mudança não afetará postagens feitas anteriormente.

A mudança nessa política chega cerca de dois meses depois da Blizzard implementar um sistema chamado de Real ID, que liga o perfil de um usuário no jogo com as informações de sua conta atual, incluindo os nomes.

No entanto, a medida vem provocando polêmicas. Em uma postagem no seu blog, na última quinta-feira (08/7), a Electronic Frontier Foundation (EFF) criticou os planos da Blizzard para forçar o que chamou de "anonimização" dos posts em seus fóruns. Segundo Eva Galperin, um funcionário da entidade, "o discurso do Anônimo sempre foi parte integrante da liberdade de expressão, porque permite aos indivíduos falar, mesmo quando encontra uma razão para se esconder ou para evitar a auto-censura".

Galperin notou que vários sites, incluindo os de mídia, têm tentado vários métodos, incluindo a moderação ativa e ferramentas de avaliações, para reduzir os problemas resultantes de comunicações anônimas. "Nenhum desses sites, porém, têm ido tão longe quanto a Blizzard para tentar eliminar o anonimato", afirmou.

Em outra postagem no blog da EFF, o Center for Democracy and Technology (CDT) entrou na briga quando declarou que o movimento da Blizzard iria "esfriar com as discussões em fóruns". Exigências de identificação vão contra o espírito de ambientes imersivos dos jogos", declarou Sean Brooks. Para ele, "muitos usuários optam por jogoar MMO`s como uma forma de sair um pouco da sua vida real e é improvável que queiram participar de uma comunidade onde as identidades online estão forçosamente relacionadas com seus nomes reais".

gamesshutter_625.jpg

O movimento levou uma enxurrada de mensagens dos assinantes da Blizzard nos fóruns da empresa. Na últtima quinta-feira, um fórum de Warcraft tinha algo próximo de 44 mil comentários, distribuídos por 2200 páginas. Outros fóruns como o Blizzard Battle.net também levantou milhares de comentários sobre a decisão. Um grande número de mensagens parecia ser de assinantes indignados com o que eles veem como um ataque a sua privacidade e as implicações de segurança na postagem de seus nomes reais. Muitos temem roubo de identidade e outras formas de assédio.

Vários blogs também começaram a postar informações detalhadas sobre funcionários da Blizzard e seus familiares para demonstrar os riscos da exposição de informações pessoais, que poderiam ser facilmente adquiridas por estranhos a partir de fontes online, usando apenas nome e sobrenome.

No entanto, outros sites, como o blog de Tecnologia CrunchGear criticou o que chamou de "indignação seletiva"de seus usuários. Um dos jornalistas da página, Micholas Deleon, afirmou que as preocupações com a provacidade estavam sendo exageradas e hipócritas. Segundo ele, as implicações de privacidade da Blizzard não são diferentes de outras páginas como o Twitter, o Facebook e o BitToorent. "Não gostou, não acesse as páginas. Ninguém, nem mesmo a Blizzard pode forçá-lo a postar em seus fóruns". Ele mencionou ainda que a Blizzard pode reverter sua decisão por causa da polêmica gerada.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail