Home > Notícias

Spyware muda hábito de internauta, diz estudo

Pesquisa mostra que nove entre dez internautas nos Estados Unidos já mudaram sua navegação em virtude de adware ou spyware

IDG Now

11/07/2005 às 12h38

Foto:

Softwares espiões (spywares) e códigos maliciosos estão forçando a maioria dos internautas norte-americanos a mudar seus hábitos de navegação.

De acordo com o estudo da Pew Internet & American Life Project - conduzido com dois mil norte-americanos - nove entre dez internautas do país alegam que já alteraram suas práticas em virtude dessas ameaças.

Além disso, a pesquisa mostra também que 81% dos usuários declararam que não abrem arquivos anexos de mensagens que não estão esperando, enquanto 50% deles pararam de entrar em websites suspeitos de conter códigos maliciosos.

Redes de compartilhamento de arquivos Peer-to-Peer (P2P) também tem despertado a atenção dos internautas. Praticamente 25% dos entrevistados disseram que não baixam mais música ou vídeos pelas redes P2P com medo de receber arquivos contaminados.

Entre os internautas, 43% disseram que já foram afetados por spyware ou adware - softwares instalado nos navegadores da web para coletar informações dos hábitos do usuários. Entre as conseqüências apontadas estão lentidão do sistema e mudança da homepage sem autorização.

Um em cada dez internautas declarou também que é uma prática comum clicar em um termo de adesão a algum site ou serviço na internet sem ler completamente. Em muitos desses termos, os internautas consentem a instalação de adware sem sequer perceber.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail