Home > Notícias

Vivo leva transmissão de TV ao celular

O Vivo Play 3G permite que o usuário assista TV ao vivo e baixe conteúdo de vídeo em alta velocidade ela tecnologia CDMA EV-DO.

Guilherme Felitti

11/07/2005 às 12h45

Foto:

A Vivo anunciou nesta quinta-feira (07/07) os primeiros serviços multimídia para celulares no Brasil. Graças à tecnologia EV-DO do padrão CDMA, é possível acompanhar a programação de determinados canais de televisão ao vivo e acessar filmes e músicas pelo celular em alta velocidade pelo serviço Vivo Play 3G.

O lançamento é fruto da parceria entre a empresa de telefonia com a Qualcomm, responsável pelo chipset compatível com a transmissão de dados EV-DO, e com a Samsung, que, com o A895, é a primeira fabricante de celulares a ter um aparelho que suporta a tecnologia.

Segundo a Vivo, a reprodução de conteúdo multimídia com boa qualidade é possível pela largura de banda do EV-DO, que atinge picos de 2,4 Mbps por segundo, embora a conexão média não ultrapasse 700 Kbps. Vale lembrar que, por mais que a companhia use o termo no nome do serviço, a tecnologia de terceira geração (3G) ainda não foi regulamentada pela Anatel no Brasil.

Mesmo sem comentar quantos usuários em potencial a empresa espera com o lançamento, Luís Avelar, vice-presidente de marketing e inovação da Vivo, aposta que há mercado para o serviço no Brasil. "Não entendo quando a concorrência diz que não há espaço para conteúdo multimídia no país", diz ele, revelando que a companhia conta, hoje, com 2,2 milhões de usuários únicos de internet pelo celular.

Segundo Roberto Silva, presidente da Vivo, a preocupação principal da empresa agora se concentra na cobertura e no conteúdo disponível pelo serviço. Inicialmente, será possível acessar o Vivo Play 3G apenas em determinados lugares das cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba. "Temos capacidade técnica para, em algum tempo, atender o resto do país", acredita o executivo.

O conteúdo, segundo Silva, ainda está em formação e deve ser grande atrativo para que os usuários contratem o Vivo Play 3D. Por enquanto, apenas a Band e seus canais secundários (BandNews e BandSports) podem ser assistidos ao vivo a partir do celular. Já a Globo, ainda em negociação para a transmissão em tempo real, fornecerá no primeiro momento conteúdo sensual, esportivo e noticiários no formato de clipes em streaming.

A Fox, por sua vez, preparou uma versão especial da série 24 para celulares. Cada episódio, batizado de mobisode, terá apenas 1 minuto de duração, ao invés da 1 hora original. Outras fontes, como Terra, Discovery, Warner, UIP e Nicklodeon, fornecerão programas e clipes. Além de conteúdo visual, a Vivo fechou uma parceria com a Trama para o download de músicas em MP3.

Antigos serviços, como o WAP ou o Vivo ao Vivo, quando acessados pelo Play 3G, agora utilizam a rede de alta velocidade.

O único aparelho que suporta a tecnologia, por enquanto, é o A895, da Samsung. O portátil conta com câmera de 1,3 megapixel, tela colorida com 262 mil cores para melhor reprodução de vídeo e 40 MB internos - única ressalva no aparelho. Seu espaço pode ser considerado limitado para o armazenamento de vídeos e músicas, ainda mais por não contar com slot para cartões de memória. Até o fim do ano, a Vivo prometeu lançar mais cinco novos aparelhos que suportem EV-DO.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail