Home > Dicas

Mensagens de erro do XP: você decide o que reportar

Quando um aplicativo "encontrou um problema e precisa ser fechado", o Windows XP pode solicitar o envio de informações para a Microsoft sobre o erro. Saiba o que fazer nesses casos.

PC World

12/07/2005 às 17h33

Foto:

está você, trabalhando, usando seu computador da forma que deveria e, de repente, aparece aquela janela informando que alguma aplicação ou componente do Windows "encontrou um problema e precisa ser fechado". Preste atenção nas palavras. Aparentemente, parece que algum negócio surgiu do nada e a aplicação o detectou. A propósito, a mensagem também informa que as informações com as quais você estava trabalhando poderão ser perdidas.

Pelo menos no Windows XP você pode informar à Microsoft sobre o problema. Quando vir essa mensagem de erro, clique em Enviar relatório de erro para que a mensagem seja transmitida para a Microsoft, a qual poderá ou não evitar o problema nas futuras versões do sistema operacional ou em uma atualização do Windows.

Se você quiser saber o que estará enviando à Microsoft, clique no link que acompanha a mensagem de erro. Infelizmente, diagnosticar aquelas informações para tentar descobrir o que está contido no relatório não é uma tarefa fácil. O relatório incluirá algumas informações contidas na memória do seu sistema no momento da pane, opa, do problema. Imagine que há uma lista de todas as aplicações que estavam sendo executadas no momento da pane. Além disso, se você estava trabalhando em um documento, uma parte ou todas as informações referentes àquele arquivo também serão reportadas. É provável que a mensagem contenha até mesmo algumas de suas senhas.

Fontes oficiais da Microsoft garantem que as informações são utilizadas para controle de qualidade, não para marketing ou monitoração de usuários ou máquinas. Eles dizem que descartam as informações que não os ajudam a solucionar o problema e até mesmo dados úteis são excluídos quando a causa do problema é detectada. Mesmo assim, se você acabou de passar por uma pane, provavelmente o que mais deseja é voltar ao trabalho o mais rápido possível. Logicamente, a solução mais rápida é clicar em Não enviar. Mas às vezes você deseja informar à Microsoft alguma coisa sobre a pane no seu sistema. Felizmente, o Windows XP permite personalizar o relatório de erro, garantindo assim que somente as informações que você deseja compartilhar sejam enviadas, e mais nada.

Clique com o botão direito do mouse em Meu computador e escolha Propriedades (se não tiver o ícone Meu computador na área de trabalho, inicie o Windows Explorer e clique com o botão direito em Meu computador no painel à esquerda). Clique na guia Avançado da caixa de diálogo Propriedades do sistema e escolha o botão Relatório de erros no canto inferior direito. Eis aqui suas opções:

Apenas Windows: Se você não se importa em informar à Microsoft sempre que o Windows apronta alguma, mas não quer informar as aplicações que utiliza, desmarque a caixa Programas sob "Ativar relatório de erros", mas deixe a caixa Sistema operacional Windows marcada (veja FIGURA 1). Clique em OK duas vezes.


FIGURA 1: Reporte para a Microsoft somente os problemas com o Windows, utilizando essas opções


Determinados programas da Microsoft: Para enviar relatórios para a Microsoft quando as aplicações travarem, verifique se a caixa Programas está marcada e clique em Escolher programas. Por definição, a opção Todos os programas estará selecionada na caixa de diálogo Escolher programa, mas você pode ser um pouco mais restritivo e clicar em Todos os programas desta lista. Para relatar panes somente dos aplicativos Microsoft, como Word ou Excel, deixe a caixa Programas da Microsoft selecionada. Para alertar a empresa sobre problemas com componentes individuais do Windows, como o Paint e o WordPad, não se esqueça de marcar a caixa Componentes do Windows.

Escolha seus aplicativos: Para adicionar os programas que deseja reportar à lista, clique em Adicionar na caixa de diálogo Escolher programas e digite o nome do arquivo executável de cada um dos aplicativos (aqueles com extensão .exe). Se não souber o nome, clique em Procurar, localize e selecione o programa, clique em Abrir e, em seguida, em OK. Você também pode acrescentar programas que não pertençam à Microsoft à lista, reportar somente aplicativos da Microsoft ou componentes do Windows. Depois que tiver adicionado os programas, demarque a caixa Programas da Microsoft ou Componentes do Windows e clique em OK quantas vezes for necessário.

Escolha as exceções: É fácil criar uma lista dos aplicativos sobre os quais você não seja enviar relatório de erros. Na caixa de diálogo Escolher programas, selecione Todos os programas ou Todos os programas desta lista e, em seguida, clique no botão Adicionar abaixo de "Não relate erros dos programas" (não o botão Adicionar abaixo de "Todos os programas desta lista"). Digite o nome do arquivo executável do programa ou clique em Localizar e selecione-o (veja FIGURA 2). Repita o procedimento para todos os aplicativos sobre os quais você não deseja enviar relatório de erros. Verifique mais uma vez a caixa de diálogo para ver se as caixas estão marcadas de acordo com a sua preferência e clique em OK até fechar todas as caixas de diálogo.


FIGURA 2: Bloqueie os relatórios de erros, definindo os aplicativos na caixa de diálogo Escolher programas


Não relatar nunca: Se você não quiser que a Microsoft saiba dos problemas que você tem com seu PC, selecione Desativar relatório de erros na caixa de diálogo Relatório de erros e clique em OK duas vezes.

Nunca ver mensagens de erros: Para evitar ser alertado sobre todos os erros do seu sistema, selecione Desativar relatório de erros na caixa de diálogo Relatório de erros e desmarque a opção "Notificar-me quando ocorrer erros críticos". Entretanto, não recomendamos essa opção. Quer saber se um aplicativo está realmente travado ou se seu gato pressionou a tecla Alt+F4 enquanto eu não estava olhando.

Agora, sempre que um aplicativo não especificado em suas configurações travar, você verá uma mensagem de erro semelhante aquelas antigas, mas sem a solicitação de envio de um relatório.

FAÇA COM QUE AS MENSAGENS CHAMEM A SUA ATENÇÃO

TODAS
VERSÕES

Quando o seu computador executada tarefa muito demorada, algo como ordenar um banco de dados muito grande ou fazer backup, você pode deixá-lo trabalhando e mais tarde quando voltar descobrir que o processo parou porque sua máquina está esperando que você responda a uma mensagem de erro ou a alguma outra mensagem. Felizmente, é fácil fazer com que o Windows chame sua atenção.

Comece abrindo o Painel de controle no Windows 9x, Me e 2000 e escolha Iniciar, Configurações, Painel de controle. No Windows XP, selecione Iniciar, Painel de controle (se o Painel de controle estiver no modo de visualização Categoria, clique em Sons e dispositivos de áudio). Agora clique uma ou duas vezes no ícone Sons, Sons e multimídia ou Sons e dispositivos de som, dependendo da sua versão do Windows. Com a guia Sons selecionada, escolha um dos itens da lista Eventos, Eventos de som ou Eventos de programa e verifique se há um som associado a ele na lista suspensa Nome (Sons no Windows XP). Clique no ícone de execução para testá-lo. Verifique se você consegue ouvir os sons Asterisco, Parada crítica, Som padrão, Exclamação, Erro de programa ou Interrogação. No Windows XP, teste o som Aviso do sistema que acompanha as mensagens em balões que aparecem à direita da barra de tarefas. Por definição, é um som de estouro de um balão, mas você pode mudar isso para uma coisa que chame mais sua atenção. Escolha sons para outros eventos que desejar e clique no botão Salvar como para guardar seu esquema e recuperá-lo futuramente. Clique em OK.


FIGURA 3: Acrescente um recurso visual aos sons para ver os alertas de erro quando o volume estiver baixo


Se usar um som para chamar sua atenção não for uma boa opção, nem tudo está perdido. Volte ao Painel de controle e clique uma ou duas vezes em Opções de acessibilidade (no XP é provável que você tenha que clicar duas vezes). Escolha a guia Som e marque Usar SoundSentry (veja FIGURA 3). Isso irá converter seus sons de alerta em flashes visuais. Se necessário, clique no botão Configurações e escolha o item que deverá piscar ? a janela ativa, a área de trabalho ou a barra de título (chamada de legenda ativa nessa caixa de diálogo). Em seguida, clique em OK se necessário.

LOUCURAS DA MEMÓRIA

TODAS
VERSÕES

Qualquer pessoa que tenha usado o Windows por algum tempo certamente já se deparou com erros de memória. Normalmente eles podem ser reconhecidos por frases de efeito como "X provocou um erro de página inválida no módulo tal e tal", ou "X causou uma falha geral de proteção". Você também pode ser presenteado com uma mensagem informando que "Este programa causou uma exceção fatal" (normalmente seguida pelo código de erro 0D). Na maioria dos casos, o erro ocorre quando um componente do software tentou utilizar uma parte da memória que já está sendo utilizada por algum outro. Eis aqui o que você deve ter em mente quando tentar solucionar os chamados erros de proteção.

Pule os detalhes: Algumas mensagens de erro relacionadas à memória possuem um botão Detalhes que, ao ser clicado, você espera que ele responda sobre o que pode ter ocorrido e por que. Mas não. A lista "Detalhes" que aparece com os erros de proteção contêm informações de uso somente para programadores do software (e nem para eles em alguns casos). Não perca tempo tentando ler ou salvar a lista.

Salve e reinicie o computador: Embora as versões mais recentes do Windows tenham se tornado muito melhores no que se refere à continuidade do trabalho após uma pane, ao fazer isso no Windows 9.x e no Me você estará se arriscando e um pouco menos no Windows 2000. Além disso, mesmo que você não passe por uma outra pane, ficará com menos memória disponível até que reinicie novamente o computador. A melhor coisa a fazer nesses casos é salvar os trabalhos em todos os aplicativos que não foram fechados pela pane e reiniciar o computador.

Isole a causa: Depois que tiver passado o choque da pane e sobre a possível perda de dados, o próximo passo é tentar descobrir como evitar que o problema ocorra novamente. Lembre o que estava fazendo na hora que o computador travou. Por exemplo, se aparece um erro de proteção sempre que você utiliza seu mouse, há grandes chances de que o problema esteja no driver do mouse. A melhor solução nesses casos é acessar o site do fabricante e ver se há novas correções ou drivers para download e instalá-los. Acesse http://support.microsoft.com/default.aspx?scid= kb;en-us;315854 para conferir o Windows 98 e Windows Me Error Message Resource Center da Microsoft.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail