Home > Dicas

Conecte e proteja sua rede

Saiba como escolher, montar, configurar e garantir a segurança de uma rede doméstica de computadores.

PC World/EUA

12/07/2005 às 11h31

Foto:

A era do computador desconectado ficou no passado. Além de home offices e quartos de crianças, os micros estão surgindo em lugares antes nusitados, como balcões de cozinha ou estantes de sala de estar. Na sua casa já é assim? Uma rede permitirá que você compartilhe uma conexão de internet em banda larga ou uma impressora, além de documentos, planilhas, fotos digitais e arquivos de áudio MP3.

Wireless continua sendo a tecnologia quente. À medida que os padrões evoluem, conexões mais seguras e velozes ficam disponíveis. A maneira mais fácil de compartilhar uma conexão de internet em banda larga é usar um roteador. E até os roteadores mais baratos de hoje têm recursos de firewall para aumentar a segurança do ambiente. Mesmo assim, você terá de tomar medidas para trancar sua rede.

Antes de começar, uma palavra sobre compatibilidade é necessária: embora os padrões Wi-Fi, teoricamente, permitam que equipamentos de rede wireless de diferentes fabricantes funcionem juntos, nem sempre isso acontece na prática. Se você está começando do zero, a melhor solução é usar hardware sem fio de uma única marca. Felizmente, você não terá os mesmos problemas com equipamentos de rede Ethernet de diferentes fabricantes plugados entre si.

A instalação difere ligeiramente para cada produto. As etapas ilustradas aqui são genéricas. Em primeiro lugar, consulte o manual de seu equipamento e faça backup dos dados vitais existentes em todos os computadores antes de começar a montar sua rede.

MÃO NA MASSA
Benefícios:
compartilhar documentos, fotos, música em MP3, impressoras e uma conexão de internet de alta velocidade entre múltiplos computadores
– de mesa ou portáteis.
Nível de conhecimento: intermediário
Tempo exigido: 30 a 60 minutos por computador
Ferramentas necessárias: chave Phillips, pulseira antiestática (para placas add-in) Fornecedores: D-Link (www.dlink.com.br), Linksys (www.linksys.com/international), Microsoft (www.microsoft.com/brasil), Netgear (www.westcon.com.br)

ESCOLHENDO A REDE CERTA
Existem atualmente mais tipos de rede do que nunca. Embora cada opção tenha suas vantagens e desvantagens, a grande variedade de produtos facilita a tarefa de montar a rede ideal. Conheça cada categoria de rede.

ETHERNET PLUGADA PADRÃO
Vantagens – Ethernet 10/100 com fio é barata, fácil de configurar e mais veloz do que redes sem fio. Nova tecnologia gigabit (10/100/1000) é superveloz, embora seja mais voltada para corporações.
Desvantagens – Exige a instalação de cabos em switch ou roteador de conexão central. Adaptadores e switches gigabit mais caros demandam cabo mais oneroso.

REDE HÍBRIDA
Vantagens – Boa relação entre conveniência e custo.
Desvantagens – Tecnologias diferentes podem dificultar a configuração do ambiente.


WIRELESS (WI-FI)

Vantagens – Não é necessário instalar fios através de paredes ou corredores e garante mobilidade.
Desvantagens – Mais cara do que as redes cabeadas. Tem de ser configurada cuidadosamente para segurança e alcance máximos. Padrões em evolução podem ser confusos e incompatíveis. A velocidade cai à medida que a distância aumenta.

REDE VIA REDE ELÉTRICA
Vantagens – Simples de instalar; opera com a fiação elétrica existente.
Desvantagens – É lenta (12 mbps), relativamente cara e pode haver incompatibilidade entre fornecedores.


INSTALAÇÃO DO ADAPTADOR DE REDE

Observação: se seu micro de mesa ou portátil possui um adaptador de rede com ou sem fio integrado, é uma vantagem. Se esse adaptador faz parte da placa-mãe, em geral é habilitado por padrão, mas certifique-se disso abrindo e examinando o programa Setup do equipamento. Procure detalhes no manual do computador.

1 - Conecte o adaptador 
Nas três situações mostradas aqui, o Windows deverá reconhecer o produto de rede automaticamente. Sigas as instruções do fabricante para instalar o driver e os utilitários adicionais. Às vezes, é necessário instalar o driver antes de acrescentar o adaptador.

Placas internas (plugadas ou sem fio) – Desligue o computador e tire-o da tomada. Coloque uma pulseira antiestática para evitar que eletricidade estática danifique o equipamento. Encontre um slot PCI vazio, remova a tampa, insira cuidadosamente a placa de rede no slot e prenda-a com um parafuso. Feche o gabinete do micro e reinicie o sistema.

Produtos USB wireless ou por rede elétrica – Com o computador em funcionamento, plugue o adaptador em uma porta USB livre.

PC Card – Basta plugar a placa enquanto o portátil está funcionando.

2 - Conecte o roteador
Para compartilhar uma conexão de internet em banda larga, você terá de conectar seu cable modem ou modem ADSL ao roteador. Use o cabo que vem com o roteador e certifique-se de plugá-lo no conector correto, em geral chamado WLAN.


3 - Conecte os fios
Se você está usando uma rede com fio padrão, plugue o cabo de rede Categoria 5 à saída de rede do computador
e insira a outra extremidade no hub, switch ou roteador. Repita a operação para cada PC conectado. Muitos roteadores wireless têm um switch embutido, permitindo a conexão de dois PCs adicionais usando um cabo Ethernet.


4 - Instale drivers e software
Muitos adaptadores wireless e outros produtos de rede demandam software que vai além dos drivers básicos. Siga as instruções do fabricante. O Assistente para Configuração de Rede do Windows orientará você nas etapas finais. No Windows XP, vá até Iniciar/Painel de Controle/Conexões de Rede e escolha a opção Configurar uma Rede Doméstica ou de Pequena Empresa na seção Tarefas de Rede. Se tiver problemas, procure Solucionador de Problemas de Rede na Ajuda do Windows.

SEGURANÇA DAS REDES WIRELESS
Se você usa uma rede sem fio com um roteador conectado à internet, você tem uma estação de transmissão de via dupla que está à mercê de pessoas inescrupulosas. Se não tomar algumas precauções básicas, alguém com um notebook munido de equipamento wireless pode entrar na sua conexão de internet ou ganhar acesso aos seus computadores para roubar seus dados ou usar seu computador para enviar spam.

A segurança wireless é um trabalho em andamento, com padrões em evolução. Com tempo e acesso suficientes, um hacker persistente provavelmente conseguirá invadir seu sistema wireless. Ainda assim, você pode tomar algumas atitudes para dificultar ao máximo possível o trabalho
do intruso.

As configurações mostradas aqui, referentes a um roteador WRT54G, da Linksys, são típicas, mas procure instruções específicas para acessar e mudar as configurações do roteador que você adquiriu no manual do equipamento.

Mude a senha do roteador
Uma medida de segurança importante – e esquecida com freqüência – é mudar a senha padrão que permite o acesso às configurações do roteador.

Desabilite o acesso remoto ao roteador
Essa medida não impedirá que um usuário wireless local persistente acesse seu roteador, mas evitará que qualquer pessoa acesse seu roteador, de um local remoto, através da internet.

Mude o SSID e desative a transmissão
 O Service Set Identifier (SSID) é o nome de sua rede wireless local. Você terá de sabê-lo para configurar outros clientes wireless na rede. Todos os roteadores wireless vêm com um SSID padrão que você deve mudar. Desabilite transmissão SSID, que anuncia a rede para qualquer pessoa nas proximidades que esteja usando um computador com equipamento wireless.

Ative o firewall
Os roteadores, normalmente, têm seu próprio firewall ativado por padrão, mas certifique-se de que esse é o caso do produto que adquiriu. Além disso, habilite recursos de firewall adicionais como a capacidade mostrada aqui de bloquear solicitações de internet anônimas. Para segurança extra, rode um software firewall em cada computador conectado na rede.

Ative criptografia de dados
Dados transmitidos por uma rede wireless podem ser lidos por qualquer pessoa que os capturem se não estiverem criptografados. Todos os roteadores wireless têm capacidade de criptografia. Não há espaço aqui para mostrar os diversos tipos de criptografia, mas WPA (Wi-Fi Protected Access) é o padrão que oferece melhor proteção.
Escolha WPA Pre-Shared Key para redes domésticas ou de pequenas empresas. WEP (Wired Equivalent Privacy) não é tão seguro quanto WPA, mas, se você possui placas wireless mais antigas nos seus computadores em rede, terá de usá-lo. WEP e WPA não são compatíveis. Quando você fizer sua escolha, vão surgir seleções e itens de menu opcionais. Veja instruções detalhadas no manual do roteador.

Habilite filtragem MAC
O endereço Media Access Control (MAC) é um número de identificação exclusivo atribuído a cada dispositivo na rede. O uso de filtragem MAC no  roteador reforça a segurança da rede ao aceitar transmissões somente de PCs com endereços MAC específicos. Você também pode impedir que determinados endereços MAC acessem a rede. O uso desta opção dá um pouco de trabalho.
O endereço MAC, em geral, está impresso em uma etiqueta fixada a uma placa de rede ou na parte de baixo de um notebook. Para descobrir o endereço MAC do seu computador no Windows XP, abra uma caixa de comando (Iniciar/Todos os Programas/Acessórios/Prompt de Comando), digite getmac e pressione a tecla Enter. Faça isso para cada computador na rede e entre com a informação na lista do seu roteador.

DHCP? O QUE É ISSO?
Uma das partes mais confusas na instalação de um roteador envolve as configurações Dynamic Host Configuration Protocol (DHCP). Mas, embora a terminologia intimide, a tarefa é bastante simples. Assim como cada site na internet tem um endereço TCP/IP exclusivo associado à sua URL, cada computador na rede doméstica e do escritório precisa ter um endereço TCP/IP exclusivo para compartilhar uma conexão de internet.

Requisitos específicos governam o modo como esses endereços são formados. Em vez de você ter de gerar os endereços manualmente, o servidor DHCP incluído no roteador atribui endereços automaticamente a todos os computadores. Para facilitar a configuração da rede, certifique-se de que o DHCP esteja ativado no seu roteador e nos adaptadores de rede de todos os equipamentos conectados à rede.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail