Home > Dicas

Um remendo e tanto para o XP

Com o Service Pack 2, o Windows ganha um conjunto vital de ajustes e ferramentas. Confira o que mudou.

PC WORLD - EUA

13/07/2005 às 10h23

Foto:

Com o Service Pack 2, o Windows ganha um conjunto vital de ajustes e ferramentas, tudo em um download gratuito. Veja o que mudou.

Não há dúvidas de que o mundo é inseguro para computadores baseados no Windows. Basta observar o volume de vulnerabilidades e vírus descobertos com freqüência. Disposta a minimizar o problema, a Microsoft revelou um novo pacote de correções, o Service Pack 2 para Windows XP.  Apesar de não resolver por completo os problemas de segurança, o pacotão se empenha em fechar brechas e em facilitar a proteção do micro. Assim sendo, ele é essencial. Até o fechamento desta edição, a previsão da Microsoft era de que a versão em português do SP2 sairia ainda em setembro.

Não se trata apenas de uma correção de segurança: o SP2 torna redes Wi-Fi e Bluetooth mais fáceis de navegar, acrescenta recursos a centros de mídia e atualiza componentes multimídia do XP.  Tudo isso em um pacote de 220 MB (até o fechamento desta edição, quando vimos somente a versão beta do Release Candidate 2) que é instalado em menos de uma hora com uma conexão em alta velocidade à web. Testamos uma versão beta do SP2 em diversos sistemas e não enfrentamos nenhum problema significativo. Entretanto, é impossível saber como o produto final se sairá quando for carregado em milhões de computadores, com inúmeras configurações. Para garantir, faça um backup de arquivos cruciais, crie um ponto de restauração do sistema antes de começar e não inicie a instalação se você estiver com pressa.

Segurança aprimorada
Entre os upgrades de segurança mais expressivos no SP2 estão uma grande reformulação do firewall integrado no Windows e o acréscimo de um centro de segurança no sistema, um ponto único de partida para diversos recursos de segurança. As novas ferramentas vão ajudar a proteger até os sistemas mais vulneráveis contra os tipos mais comuns de ataque via internet e também fornecer uma base de tecnologias de segurança fundamentais que vão, teoricamente, proteger PCs contra futuros ataques.

Novo firewall
O Windows Firewall do SP2 substitui o Internet Connection Firewall, que faz parte do sistema operacional desde o Windows 2000. O utilitário bloqueia invasões e ataques vindos de hackers ou worms pela internet, mas não inibe a capacidade de programas que já residem em sua unidade de disco rígido de enviar dados pela rede, como faz o firewall gratuito ZoneAlarm. Proteção na saída pode ajudar a estancar a disseminação de spyware e worms de uma máquina infectada para outras. Apenas com proteção na entrada, o Windows Firewall é menos útil do que os controles de entrada e saída. Sem controles na saída, provavelmente você ainda precisará usar um firewall gratuito ou comercial separado por muito mais tempo; não há um bom motivo para usar o Windows Firewall como sua única proteção.

Centro de segurança
A mudança mais óbvia na interface do SP2 é o centro de segurança, um novo item no Painel de Controle que configura diversos ajustes e ativa as aplicações de segurança, como o Windows Firewall. É um bom começo, mas ainda não é suficientemente abrangente, pelo menos na versão avaliada. O centro de segurança liga você ao Windows Firewall, torna as configurações acessíveis e pode dar acesso rápido a antivírus para alertálo quando suas definições estiverem antigas demais. Porém, você ainda tem de ativar os applets (ou os componentes que controlam esses recursos) individualmente se quiser mudar as configurações que determinam como eles se comportam.

Update automático
Na primeira vez que você inicia seu PC depois de instalar o SP2, mas antes de o Windows carregar a área de trabalho, o pacote solicita que você ative as atualizações automáticas. Nosso conselho: faça isso apenas quando o Windows pedir.  No momento, o risco à segurança de não aplicar totalmente uma correção ao seu sistema supera o risco de deparar com problemas causados por um patch que contém novos bugs. Administradores de redes que trabalham com um grande número de equipamentos são a exceção.

Mais recursos para o IE
Um dos recursos mais poderosos do SP2 é o bloqueio a pop-ups que ele acrescenta ao Internet Explorer, permitindo que você impeça a abertura de qualquer janela indesejável. O IE permitirá que você inicie pop-ups intencionalmente, como quando você clica em um link que ativa uma nova janela, e possibilitará que veja pop-ups bloqueados por meio de uma útil e discreta barra de informações. 
Menos êxito tem o novo recurso Add-on Manager do IE, que permite desabilitar plug-ins de navegador indesejáveis. Alguns plug-ins, como os programas adware, podem ser bastante maliciosos.  Embora o recurso de desabilitar plug-ins indesejáveis seja louvável, o Add-on Manager é incapaz de removê-los por completo. Além disso, o processo de remoção de plug-ins é tedioso e nada amigável com o usuário (clique em Ferramentas e selecione Opções da Internet.  Clique no botão Configurações, e na janela seguinte, em Exibir Objetos e selecione os plug-ins que você não quer e pressione a tecla Delete).

Executáveis na mira
O novo gerenciador de anexos impede que você use certos tipos de arquivos potencialmente perigosos baixados da web e recebidos por e-mail ou mensagem instantânea. As aplicações no XP compatíveis com download de anexos – IE, Outlook Express e Windows Messenger – terão o recurso imediatamente. Outros fabricantes de software precisarão incorporar essa funcionalidade às suas aplicações. O recurso funciona do mesmo modo em todas as três aplicações XP: qualquer arquivo considerado inseguro que você baixar pelo serviço (como arquivos PIF, SCR ou EXE) receberá um bloqueio leve. Você verá uma mensagem de alerta pop-up sobre os riscos de baixar tal anexo. Se você baixou o arquivo pelo IE, verá uma segunda mensagem de alerta quando tentar executá-lo ou abri-lo, perguntando se você tem certeza de que quer mesmo concluir a ação. Clique no botão Executar e vá em frente. Mas se estiver usando o Outlook Express ou o Windows Messenger e ignorar a primeira mensagem de alerta, o arquivo aparecerá na com um bloqueio severo – ele não vai executar se o usuário não for à caixa de diálogo Propriedades do programa e clicar manualmente no botão indicado para desbloqueá-lo dentro de sua guia Propriedades Avançadas.

Apesar de o SP2 aumentar a aposta na segurança, não fornece meios de limpeza após uma incursão danosa bem-sucedida. Ou seja, ainda será necessário um antivírus atualizado e uma ferramenta de remoção de spyware para livrar seu micro de lixo variado, que nem deveria estar lá.

Mais funcional
Obviamente, o Windows XP Service Pack 2 não trata apenas de segurança. A Microsoft não resistiu e inseriu outros recursos novos no update. Um deles é uma espécie de mea culpa: no lançamento do XP, a Microsoft integrou a compatibilidade com redes sem fio, simplificando o processo de configuração e conexão a redes wireless. Mas o XP facilitou demais esse processo em redes sem fio inseguras. A conseqüência veio no Service Pack 1, na forma de uma irritante caixa de diálogo. Toda vez que você tentava fazer a conexão a uma rede Wi-Fi sem segurança surgia um alerta. Usuários prejudicados descobriram que nem podiam mais conectar suas redes domésticas porque não tinham como desativar o alerta. No SP2, o Windows ainda faz o primeiro alerta quando o usuário tenta fazer a conexão a uma rede wireless sem segurança ativada, mas ele tem a chance de ignorar a objeção permanentemente.  Feito isso, toda vez que tentar conectar a rede insegura, o Windows não reclamará mais.

O novo applet Wireless Network Connection (que aparece quando você clica com o botão direito do mouse no ícone do adaptador wireless na bandeja do sistema) e escolhe View Available Wireless Networks (algo como visualize redes sem fio disponíveis) é um modelo de clareza comparado à versão anterior. Agora, rapidamente você pode examinar as redes disponíveis, ver se elas estão protegidas e acessar facilmente as configurações para o adaptador sem fios, entre outros recursos.

Bluetooth aprimorado
Usuários de Bluetooth podem comemorar. O XP SP2 vem com o Bluetooth Client 2.0, um aprimoramento fantástico em seu Client 1.1, ferramenta compatível apenas com o teclado e o mouse Bluetooth da própria Microsoft. A versão 2.0 introduz um applet no Painel de Controle, um assistente bem projetado para descobrir e configurar dispositivos compatíveis e um ícone na bandeja para ajudar você a acessar o cliente, que monitora dispositivos Bluetooth conectados. O assistente também permite a escolha de uma chave-mestra para qualquer dispositivo Bluetooth.  Esse recurso “prende” o dispositivo ao PC de forma que só possa se comunicar com ele.

Upgrade na multimídia
Os principais componentes de mídia digital da Microsoft serão lançados ainda em 2004 – como o Windows Media Player 10. Mas o Service Pack 2 reúne diversos upgrades de multimídia que já foram liberados individualmente, como o Windows Media Player 9 e o Windows XP Media Center Edition 2004. No final de 2002, a Microsoft lançou um importante upgrade: o Windows Media Player 9 Series, oferecido como um download opcional desde então. Com o SP2 ele agora se torna parte necessária do sistema operacional. Essa versão do Media Player é um tocador tudo-emum decente, apesar de complexo, que oferece links para música e vídeo online. Comparado ao iTunes, da Apple, que fornece praticamente a mesma funcionalidade, o Windows Media Player 9 possui uma interface confusa. Usuários que atualizarem seus PCs Media Center verão o sistema operacional renomeado como Windows XP Media Center Edition 2004, uma importante atualização que aprimora a experiência do usuário, suporta monitores com wide-screen e rádio FM, aperfeiçoa os recursos de guia e gravação do programa e integra serviços online.

Correção imperfeita?
De maneira geral, o Windows XP Service Pack 2 aprimora substancialmente o Windows. A abordagem pró-ativa da Microsoft para segurança neste pacote – implementar algumas precauções o tempo todo, mesmo às custas da funcionalidade – é uma mudança de prioridade bem-vinda.  Entretanto, embora o Windows Firewall, o bloqueador de pop-ups do IE e o recurso IE Manage Add-ons abordem muitos problemas de segurança atuais, o SP2 só arranha a superfície de futuros problemas potenciais de segurança.

De qualquer forma, os recursos de proteção no SP2 criarão uma nova base de segurança.  Embora não possa corrigir cada vulnerabilidade no Windows agora ou no futuro, a esperança é de que os hackers terão dificuldade para violar um sistema com o XP SP2 instalado.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail