Home > Notícias

Firefox avança na nova guerra dos browsers

Cansou do Internet Explorer? Ainda bem que existe o Firefox

14/07/2005 às 14h51

Foto:

FirefoxCansado do Internet Explorer? Fatigado com as constantes vulnerabilidades e sucessões de patches?  Apavorado porque a Microsoft não levantou um dedo para aprimorar o IE desde que o ele enterrou o Navigator, da Netscape? Nós também. Mas bem-vindo ao retrocesso do Internet Explorer. Pela primeira vez desde que a Microsoft lançou seu browser, em 1995, o Internet Explorer está perdendo participação de mercado. Segundo pesquisa da WebSideStory, a fatia de usuários do IE caiu de 95,48% em julho de 2004 para 88,86% em abril de 2005. Essa queda pode ser ainda maior, já que uma nova safra de bons navegadores atrai usuários de todos os tipos.

O principal responsável por essa mudança é o pessoal da Fundação Mozilla, que se estabeleceu em 1998 para dar nova vida à então decadente plataforma da Netscape. Passaram-se sete anos, mas a Mozilla está finalmente entregando o que prometeu. Além do Mozilla, a Microsoft enfrenta a concorrência do Netscape 7.2, da America Online, e do Opera, da Opera Software. Com tantas opções a um simples download, por que se preocupar? Que browser é o melhor? Devo realmente mudar? Algumas pessoas acham que a resposta é óbvia e a conclusão compulsória, mas espere e continue lendo.

Há uma série de razões pelas quais usuários estão fugindo do IE, mas a maioria delas restringe-se a questões de segurança. A Microsoft escolheu operar o IE como uma fábrica altamente automatizada. Controles ActiveX, HTML dinâmico e outras tecnologias oferecem muita automação e controles sobre o IE. É ótimo se você quer integrar, por exemplo, um sistema de pagamento ao seu browser ou ter websites oferecendo interfaces dinâmicas. Mas esses mesmos controles podem ser usados de forma inadequada ou transformados em alvos, amplificando o perigo de ataque por códigos maliciosos.

A resposta da Microsoft tem sido na forma de uma procissão de patches, fixes e conselhos. Em alguns casos, a empresa sugeriu que seus usuários desligassem recursos ou definissem níveis de segurança tão elevados que desabilitavam alguns dos recursos que tornaram o IE atraente. Em outubro, finalmente a Microsoft apresentou o Windows XP Service Pack 2, uma atualização no atacado que ajudou a fechar muitas das vulnerabilidades do navegador.

Mas, entenda isso: nenhum browser está isento de falhas. A Fundação Mozilla remendou alguns buracos do Firefox e a Opera publicou algumas atualizações focadas em segurança no ano passado. O problema para a Microsoft é a esmagadora popularidade do seu navegador. Os produtores de vírus e os hackers miram o IE porque há uma infinidade de sistemas rodando esse programa.

Talvez mais frustrante do que os buracos de segurança é o fato de a Microsoft ter parado de adicionar novos recursos ao seu browser. O último grande aprimoramento do IE data de agosto de 2001. O Firefox, assim como o Opera e o Netscape, está um passo à frente do IE, incluindo recurso de guias para facilitar a navegação em múltiplas páginas e bloqueador de pop-up integrado para prevenir que anúncios abram novas janelas. Outros refinamentos incluem gerenciadores úteis para download de arquivos, barras de busca integrada e controles mais acessíveis para gerenciamento de histórico, cookies e cache de internet.

De todos os browsers, o Firefox sobressai como a melhor escolha de todas. O navegador faz um excelente trabalho na exibição das páginas, oferece interface superior e dá menos problemas que outras opções, inclusive o Opera. Além disso, é mais customizável por meio das chamadas extensões para o Firefox.

Firefox
Desenvolvedor: Fundação Mozilla
Preço: gratuito
Onde encontrar: www.mozilla.org/products/firefox/all

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail