Home > Notícias

O impressionante PlayStation Portable

Ele é preto e brilhante, tem botões em acrílico transparente e pode ser usado para games, música e filmes.

PC World - EUA

14/07/2005 às 14h36

Foto:

Ele é preto e brilhante, tem botões em acrílico transparente e pode ser usado para games, música e filmes. Seu nome é PlayStation Portable, da Sony. Provavelmente, você vai querer um deles, apesar de algumas falhas insignificantes.

A primeira coisa que você vai observar quando tirar o produto da caixa é o grande monitor. A tela LCD TFT 480 por 272 pontos de 4.3 polegadas (10,9 centímetros) do PSP é incrivelmente bela, exibindo cor brilhante e vibrante quando você está jogando ou assistindo a um filme. Entretanto, a superfície ultrabrilhante do display apresenta algumas desvantagens. A principal delas são as impressões digitais.
Poucos minutos depois de aberta a caixa, o dispositivo está coberto de marcas de dedo tão perceptíveis que você não precisaria de uma equipe de investigação da cena do crime para descobri-las. Deve ser por isso que a Sony fornece com a unidade um pano especial de camurça na cor cinza. Prevejo que o PSP vai inspirar muitos jogadores a fazer um novo ritual: limpar a gordura das impressões digitais da tela antes de jogar um game ou assistir a um filme.

Brilhante demais?
Infelizmente, a superfície refletora pode atrapalhar na hora de desfrutar o dispositivo. Durante testes com games e filmes, percebemos rapidamente que qualquer luz ambiente por trás gerava reflexos que distraíam a atenção. A experiência de assistir a um filme em uma tela muito pequena foi interessante: tínhamos de encontrar uma maneira de segurar a tela perto do rosto o suficiente para assistir à ação inteira e, ao mesmo tempo, dar um jeito de manter o PSP em um ângulo que minimizasse os reflexos, que apareciam até nas salas mais escuras.

Na exibição de filmes, ficamos surpresos com o áudio de boa qualidade que saiu de pequenos orifícios do alto-falante na base do dispositivo, com separação de estéreo ótima e riqueza de som – embora em um carro, em ambiente externo ou em qualquer lugar onde haja algum tipo de ruído ambiente, provavelmente será preferível usar fones de ouvido. Mesmo no volume máximo, os alto-falantes não eram altos o suficiente para abafar o barulho da cidade.

Se você não precisa ver a tela – quando está ouvindo música, por exemplo - a posição do alto-falante funciona otimamente. Deite o player reto, com as costas viradas para baixo, e você tem um ótimo som estéreo pessoal. Você também pode, é claro, simplesmente usar fones de ouvido.

O PSP também é bom para ver fotos estáticas, se você tiver alguma maneira de colocar imagens JPEG no Memory Stick Duo. As fotos ficaram fantásticas no PSP e você pode vê-las uma de cada vez ou transformá-las em um slide show.

Na caixa
O PSP Value Pack vem com uma bateria recarregável de 3.6 volts, 1.800 miliamperes-hora (com cerca de quatro horas de duração, segundo a Sony) e um cartão Memory Stick Duo de 32 MB. Inclui também fones de ouvido brancos, um dispositivo de controle para navegação por menus de música e filme, uma bolsa para transporte, um disco demo (com games, música e videoclipes) e o filme Spider-Man 2. O Value Pack não inclui games. Falta também algum tipo de suporte portátil.

Com 283 gramas, o PSP não é exatamente pesado. Ainda assim, depois de algum tempo, você descobrirá que não é confortável segurar o aparelho e assistir ao filme ao mesmo tempo. Suas mãos podem começar a ficar dormentes e seu pulso doer.  Para aliviar o desconforto, tentamos descobrir maneiras de manter o dispositivo sobre a mesa, apoiando-o em vários objetos para conseguir um ângulo sem reflexo. A unidade pode equilibrar-se sobre sua borda inferior, mas isso bloqueia a maior parte do som que vem dos orifícios do alto-falante de dois milímetros na base. Apoiamos então o dispositivo sobre alguns livros, depositando a base na bolsa para transporte acolchoada. Funcionou, mas não foi ótimo.

Também achamos os controles estilo game pad e a falta de qualquer indicação visual para a função de cada botão no modo filme distantes do ideal para controlar a reprodução de um filme. Levamos alguns minutos para descobrir o sistema de menu do dispositivo e outros tantos para começar a exibir o filme desde o início pela segunda vez. Um recado para os designers da interface com o usuário da Sony: nem todo mundo possui um PlayStation e, portanto, sabe que o botão “X” é o botão de seleção e que o “O” faz você voltar do menu onde está no momento.

Jogo suave
A Sony forneceu cinco games com a unidade de análise: Twisted Metal Head On, Wipeout Pure, Gretsky Hockey, NBA e World Tour Soccer. Gastamos a maior parte do tempo com o Twisted Metal, que provou ser viciante rapidamente. O game foi executado com suavidade, sem pausas ou outros sinais de que a unidade de processamento estava sendo penalizada. Todos os games mostraram-se nítidos.

O PSP tem um manche analógico, o que confundiu algumas pessoas no começo (parece um alto-falante), mas é um acréscimo interessante que vai tornar alguns games muito mais “jogáveis” do que seriam se tivessem apenas o pad direcional. Um ponto que observamos sobre o PSP e os games: o alto ruído de rotação associado ao Universal Media Disc, a mídia proprietária do PSP. O disco óptico de 2,25 polegadas oferece 1,8 GB de capacidade e vem montado dentro de um cartucho plástico. É muito silencioso enquanto você joga, mas entre níveis é bastante ruidoso.
Ejetar o UMD também foi muito interessante. Segure o PSP na horizontal com o slot UMD para baixo. Deslize a alavanca ejetora e observe o compartimento de mola do UMD ejetar o disco para fora do aparelho e sobre a mesa ou a sarjeta. Um conselho: não ejetar o UMD perto dos trilhos do metrô.

Perambulação sem fio
O PSP é o primeiro dispositivo para jogos de mão dedicado que suporta Wi-Fi direto da caixa. A conexão wireless só é utilizável para jogar games com múltiplos jogadores e para baixar atualizações de firmware (no momento). Você não pode usá-la para navegar na web ou trocar mensagens.

Configurar o PSP para funcionar com uma rede doméstica foi incrivelmente fácil. Ele recolheu os SSIDs dos três pontos de acesso no ambiente de testes, fixou-se naquele que escolhemos e, então, recebeu um endereço IP do roteador. O setup inteiro demorou aproximadamente dois minutos – cerca de 1 minuto e 50 segundos disso foi gasto com a nomeação da conexão com a horrível interface de entrada de texto do PSP.

Não há teclado no dispositivo, fazendo-nos presumir, naturalmente, que o PSP teria algum tipo de teclado via software na tela, que eu precisaria rolar para entrar letras e números. Mas o paradigma de entrada de texto do PSP é a de um telefone celular: 12 botões do “teclado numérico”, com o mesmo estilo de entrada de texto que um mensageiro de texto SMS usaria. Pressionando o botão 3 você obtém um d; com três batidas no botão 3 você recebe um f, por exemplo.

É claro que ninguém vai usar o PSP para digitar memos, por isso é possível tolerar o inconveniente método de entrada de texto. E a gordura dos dedos na tela, embora perturbe um pouco, pode ser removida facilmente. Para entretenimento portátil, o PSP tem tudo para ser o padrão de ouro em qualidade de som e vídeo.

Obviamente, como todas as plataformas novas, o amplo sucesso do PSP vai depender da qualidade dos games que você comprar para ele. Se o restante da linha de 2005 for tão bom quanto este lote inicial de jogos, o PSP apresenta-se como um desafiante sério do domínio da Nintendo em handhelds.

Playstation Portable Value Pack
Fabricante: Sony
Avaliação final: 9
Preço: R$ 1.499
Onde encontrar: www.submarino.com.br

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail