Home > Dicas

Web pessoal e instantânea

Mistura de sites pessoais e diários on-line, os blogs ganham força e continuam a crescer no Brasil - já passaram dos 200 mil só em três sites locais, isso só até outubro do ano passado.

Henrique Martin

18/07/2005 às 16h17

Foto:

É difícil definir o que é blog sem, ao menos, criar um, nem que seja só para brincar por alguns momentos e se viciar. Ao colocar o blog em ação, a impressão inicial é que toda hora é hora de colocar uma nova nota no ar, como se fosse uma troca de mensagens instantâneas na internet. Bem, antes, vamos às definições: blogs (ou weblogs) são um misto de página pessoal com diário na internet, com notas curtas atualizadas a qualquer momento e que não requerem prática ou experiência para serem feitas - e este é o principal atrativo. O dono do blog não precisa nem saber mexer em HTML (linguagem usada para construir sites). Se souber, melhor, poderá incrementá-lo a seu gosto. Para complementar, a maioria dos serviços é gratuito na internet.

É fácil mesmo. Um clique para criar uma conta de usuário, outro para confirmar os dados, mais um para escolher o template - o design a ser usado na "cara" do blog - e pronto. É só começar a colocar os posts no ar, ou melhor, as notinhas (nem sempre pequenas). Toda alteração no desenho da página pode ser feita automaticamente, com a troca do template ou com mudanças feitas diretamente no código-fonte HTML do blog, tudo sempre feito usando o navegador de internet.

Apesar dos blogs poderem ser publicados em qualquer endereço na web, seu conceito é diferente do usado pelas páginas pessoais, que são o serviço oferecido por sites como HPG, Kit.net ou Geocities, onde blogs também podem ser publicados. Finalmente, autores de blog são chamados de bloggers ou blogueiros.

No Brasil, quem lançou a moda foi o iG, que começou a desenvolver seu BliG em agosto do mês passado. A diretora de conteúdo do portal, Alessandra Blanco, conta que tudo começou porque os próprios funcionários - jornalistas, editores de arte, programadores - passaram a criar seus blogs no Blogger.com, o pioneiro dos blogs. O projeto entrou no ar no fim de setembro do ano passado e já conta com 90 mil blogs criados, segundo ela.

A Blogmania ganha força

O BliG logo ganhou a companhia do WebLogger Brasil, serviço que foi adquirido pelo portal Terra no mês de setembro e já circula com a marca do Terra. "O Terra já tinha páginas pessoais desde 1996, quando ainda se chamava ZAZ. Vimos que o fenômeno extrapolou o nicho, saindo dos grupo dos mais avançados para outros usuários. É uma nova opção de personal publishing", explica o produtor executivo do Terra, Caíque Severo. O portal já tem 60 mil blogs cadastrados.

Entre os grandes portais, porém, quem até agora soube aproveitar melhor a oportunidade de colocar um serviço de blogs à disposição dos seus usuários foi a Globo.com. Em vez de criar um sistema de publicação de blogs próprio, ela foi direto à fonte e conseguiu, por meio de um acordo inédito em todo o mundo, regionalizar a versão do Blogger.com (o pai dos blogs, com mais de 720 mil usuários cadastrados).

A idéia de criar um blog na Globo.com foi a mesma do iG: os diretores perceberam que criar blogs era uma mania entre sua equipe de conteúdo e desenvolvimento. Então, já que era um sucesso entre seu próprio time de web, por que não seria para o público? "Pensamos que não poderia ser qualquer blog, mas o principal deles", conta o diretor de marketing da Globo, Frederico Monteiro.

E realmente era o blog que eles queriam. A Globo.com entrou em contato com a Pyra Labs, criadora do Blogger, os executivos da desenvolvedora vieram ao Brasil em fevereiro deste ano e fecharam negócio: a exclusividade do Blogger.com.br seria da Globo.com por dez anos. "Desde o fim de março começamos a adaptar a ferramenta para o internauta brasileiro", conta Monteiro. Entre as tarefas nada fáceis, estava a transição e adaptação para um novo Internet Data Center (IDC) e mudanças na ferramenta proprietária de cadastro - se no Blogger.com o login de usuário é no próprio site, na Globo.com teria de ser de acordo com a tecnologia de acesso já existente, integrada à que permite usar outras ferramentas, como e-mail gratuito e publicação de páginas pessoais.

O portal da Globo conseguiu incorporar recursos só presentes na versão Pro (leia-se paga) do blog americano, como incorporar imagens ao blog e salvar rascunhos de notas. O próximo passo do Blogger.com.br será promover a transição dos usuários do site americano (são 15% do total) para a Globo.com. Segundo Monteiro, a tecnologia para possibilitar a migração já está em desenvolvimento e, quando estiver pronta, haverá uma campanha incentivando a troca de serviço.

Os Melhores sites: Encontre seu blog


Criar blogs é um processo interessante que se tornou também uma maneira de encontrar informações. Descobrir um blog que você goste ou criar o seu próprio é rápido e fácil. Veja os principais endereços:

Blig
Um dos primeiros sites de blog em português, criado pelo iG - e é gratuito.
http://blig.ig.com.br/

Blogchalking
O Blogchalking permite criar código HTML que, por meio de informações geográficas, permite que você encontre blogs por região em mecanismos de busca.
www.blogchalking.tk

Blogger
É o centro do universo blog. Crie o seu com poucos cliques, ou leia o dos outros.
www.blogger.com

Blogger.com.br
Versão brasileira do site americano, feita pela Globo.com. Oferece, gratuitamente, recursos extras que são pagos no site original.
http://blogger.globo.com

Blog Spot
É um lugar recomendado para publicar seu blog criado no Blogger.com. Em inglês.
www.blogspot.com

Blogdex
Índice de blogs e de sites que os blogs comentam. Mantido pelo Laboratório de Mídia do MIT (Massachussetts Institute of Technology). Em inglês.
http://blogdex.media.mit.edu

MetaFilter
Comunidade blog onde os criadores dos weblogs discutem a própria web e outros blogs. Em inglês.
www.metafilter.com

UserLand Software
Este site tem software para criadores mais "sérios" de blogs, que têm grande quantidade de informação. Em inglês.
www.userland.com

W.bloggar
Freeware para Windows que permite postar mensagens de modo rápido.
www.wbloggar.com

Weblogger
Outra alternativa para blogs em português, site que faz parte do portal Terra.
www.weblogger.com.br

Campeão de audiência?

Somando os dados informados pelo iG, Terra e Globo.com, há pelo menos 230 mil blogs criados no Brasil até outubro do ano passado. Entre eles, o líder de audiência no mês de setembro era o Blogger.com.br, com 133 mil usuários únicos (visitantes que são contados apenas uma vez no período medido), seguido pelo BliG, com 109 mil, e WebLogger, com 61 mil, informa o analista do Ibope eRatings, Alexandre Magalhães. Grandes portais como o Universo Online (UOL) e o America Online (AOL), por enquanto, só oferecem serviço de hospedagem de páginas pessoais, nada de blogs.

Se pensarmos no impacto desses números sobre o total de visitantes, soa um pouco irrelevante a presença dos blogs. "É quase nada, por enquanto. A Globo.com, por exemplo, teve 4,2 milhões de visitantes únicos em setembro", avalia Magalhães. Por outro lado, o grande impulso para usar o blogger.com.br vem da home page da Globo.com: dos 133 mil visitantes, 109 mil entraram no site pelo endereço www.globo.com.

Definir o público dos blogs é difícil, já que muitas vezes os sites com o mesmo propósito têm audiências totalmente opostas, pelo menos em relação ao sexo dos usuários: se 69,1 dos blogueiros da Globo.com são homens, 53% do público do WebLogger é formado por mulheres. "Não há um perfil fechado, são jovens com até 30 anos", estima Alessandra, do iG.

Já a Globo.com, por ser o braço de internet das Organizações Globo, consegue mirar em três públicos diferentes: os jovens de até 18 anos, que formam 80% dos donos de blogs, e que têm suas "microcomunidades virtuais", segundo o diretor de marketing; usuários que já tinham blogs no exterior e que têm mais experiência com internet; e um terceiro grupo, que deve crescer com o tempo, formado por jornalistas e artistas que podem ampliar o contato com seus leitores e fãs por meio de um blog. É o que já vem acontecendo com personagens da novela "O Beijo do Vampiro", que têm seus blogs para manter contato com o público, como o vampiro Boris (www.boris.blogger.com.br).

São para coisas assim que serve um blog. Quem sabe blog vampiresco não leve os curiosos a criar os seus próprios, em um processo que se auto-alimenta. É esperar para ver se os blogueiros de plantão vão continuar ou se abandonarão a onda assim que a febre passar.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail