Home > Dicas

O caminho mais curto para backups

Bastam somente alguns minutos para criar atalhos de aplicativos que fazem o backup de cada arquivo assim que você termina de trabalhar no programa.

PC World

18/07/2005 às 14h25

Foto:

RESTAURAR O PAINEL “ALTERAR SENHAS”
OCULTAR EXTENSÕES DE ARQUIVOS INOFENSIVAS
PERSONALIZAR TAMANHOS DE TELAS

PC World

TODAS
VERSÕES

O backup de todo o sistema é a forma mais segura de proteger todos os arquivos e programas contidos em seu disco rígido, mas os arquivos que você precisa fazer backup com mais freqüência são os que utiliza diariamente. Felizmente, bastam somente alguns minutos para criar atalhos de aplicativos que fazem o backup de cada arquivo assim que você termina de trabalhar no programa.

Primeiro abra o Bloco de notas ou o editor de textos de sua preferência e digite start /w (no Windows 9x ou Me) ou start ““ /w (no Windows 2000 e XP), seguido por um espaço e o caminho para o aplicativo cujo trabalho você deseja que seja feito backup automaticamente. Por exemplo, para fazer backup de seus arquivos do Word no Windows 2000 ou XP, sua primeira linha deve ser algo como start ““ /w “c:\arquivos de programa\microsoftoffice\office10\winword.exe” (logicamente, o caminho pode ser diferente). Caso o caminho do seu aplicativo contenha espaços ou nomes de pastas maiores que oito caracteres, assim como no exemplo, não se esqueça de colocar o caminho entre aspas, mas os parâmetros da linha de comando devem ficar fora das aspas.

Agora pressione ENTER e, na linha seguinte, digite xcopy /m/d/y seguido por um espaço, o caminho dos arquivos que deseja fazer backup, mais um espaço e o caminho para o dispositivo e pasta onde os backups serão armazenados — um zip drive, disco rígido externo ou um drive da rede. Como no caso anterior, coloque entre aspas caminhos e nomes de pastas com mais de oito caracteres. Para continuar com o exemplo, se você armazena seus documentos do Word em Meus documentos, sua segunda linha poderá ser algo como xcopy /m/d/y “C:\Meus documentos\*.doc” “d:\backup\doc\” (novamente, o caminho poderá ser diferente). O parâmetro /m garante que somente documentos que tenha o atributo de arquivo sejam copiados (os aplicativos normalmente aplicam esse atributo aos arquivos ao salvá-los). O parâmetro retira esse atributo do arquivo backup até a próxima vez em que ele for salvo. Como precaução extra, o parâmetro /d garante que somente arquivos mais recentes que os com o mesmo nome armazenados na pasta de destino sejam copiados. O parâmetro /y retira o aviso de que o arquivo será sobrescrito durante a cópia.

Escolha Arquivo.Salvar como e vá para uma pasta onde você irá armazenar esse arquivo de lote. Salve-o com um nome como “wordbak.bat”, tomando cuidado para incluir as aspas para que o Bloco de notas não coloque nele a extensão .txt padrão. Em seguida, no Explorer, localize o arquivo .bat que acabou de gravar. Clique com o botão direito e arraste-o para o botão Iniciar, sem soltar o botão do mouse. Quando surgir o menu Iniciar, solte o arquivo .bat no submenu apropriado e escolha Criar atalho(s) aqui. Clique com o botão direito do mouse no novo atalho e escolha Propriedades. Certifique-se de que a guia Programa (Windows 9x, Me) ou Atalho (Windows 2000, XP) esteja na frente. Na lista suspensa Executar, escolha Minimizado (veja FIGURA 1). No Windows 9x e Me, marque a caixa Fechar ao sair. Em seguida, clique em OK.


Figura 1: Processe arquivos de lote em segundo plano, usando a opção "Minimizado" em Executar


De agora em diante, quando você abrir seu aplicativo usando esse atalho, ele abrirá o aplicativo especificado e irá esperar pacientemente enquanto você trabalha. Quando sair do aplicativo, será feito backup dos arquivos com os quais você trabalhou (ou dos tipos de arquivos mencionados no seu arquivo .bat).

Mas e se você tentar abrir seu aplicativo clicando duas vezes no nome de um arquivo no Explorer ou no menu Iniciar.Documentos, sem utilizar o menu Iniciar? Tudo bem. Basta seguir os mesmos passos descritos acima, mas acrescente um espaço seguido de %1 no final da primeira linha do arquivo .bat. Depois de salvar o arquivo, clique com o botão direito em um dos arquivos de dados do aplicativo (ou, no Windows 9x, pressione SHIFT e clique com o botão direito sobre ele) e escolha Abrir com ou Abrir com.Escolher programa. Clique em Localizar ou Outro, vá até o atalho do arquivo .bat (no Windows 9x e Me) ou no próprio arquivo .bat (no Windows 2000 e XP). Selecione-o e clique em Abrir. Se tiver certeza que deseja abrir todos os arquivos de dados dessa forma, clique na caixa Usar sempre e em OK. Seu documento será aberto no aplicativo e o backup será feito quando você sair.

O SUMIDO PAINEL DE SENHAS

ME

Já foi explicado nesta seção, algum tempo atrás, como fazer com que o Windows parasse de pedir a senha no login. Vamos a uma revisão rápida. Comece abrindo o painel de controle Rede e, em seguida, configure Logon primário da rede para Logon do Windows. Agora abra o painel de controle Senhas e use o botão Alterar a senha do Windows na guia Alterar senhas para definir uma nova senha em branco (em outras palavras, não digite nada na caixa de texto “Nova senha” nem na caixa de texto “Confirmar nova senha”).

Infelizmente, vários leitores escreveram dizendo que quando eles clicaram duas vezes no ícone Senhas no Painel de controle, descobriram, com frustração, que a caixa de diálogo Propriedades não possuía a guia Alterar senhas. Onde ela tinha ido parar? Apesar de o desaparecimento da guia poder ser resultado das restrições definidas por um administrador de rede utilizando o utilitário Editor de políticas do sistema, um leitor aponta para um outro possível culpado: se você está acostumado a pressionar ESC ou clicar em Cancelar quando vê a mensagem “Digite senha do Windows na tela”, está definindo uma configuração do Windows que não lhe permitirá alterar sua senha. A solução é simples. Tudo o que você precisa fazer é logoff, digitar sua senha e fazer login normalmente. E então voltar ao Painel de controle e abrir a caixa de diálogo Propriedades. Daí então verá novamente o painel Alterar senhas (FIGURA 2).


Figura 2: Faça login com sua senha para ver a guia Alterar senhas em Senhas, Propriedades


OCULTE DETERMINADAS EXTENSÕES DE ARQUIVOS

TODAS
VERSÕES

Também já explicamos nesta seção como editar o Registro do Windows para que as extensões de três letras de certos tipos de arquivos fiquem sempre visíveis. Outro leitor enviou um e-mail para dizer que, se você preferir, pode fazer o contrário: manter todas as extensões de arquivos à mostra, mas ocultar somente algumas. Para ocultar um único tipo de extensão, siga as etapas (incluindo um backup do Registro) e, em seguida, clique em Iniciar.Executar e digite regedit para iniciar o Editor de registros. Localize a ramificação que corresponde ao tipo de arquivo cujas extensões você deseja ocultar — por exemplo, HKEY_CLAS SES_ ROOT\ttkyfile para as extensões .stky.

Observe que nas versões mais recentes do Windows, a ramificação (um ícone de pasta denominado “key” na linguagem do Editor) de qualquer tipo de arquivo criado por você como o exemplo do .stky que descrevemos, recebe o nome de algo como ft000001 ou ft000002. Se você selecionar o ícone dessa pasta no painel à esquerda e ver “Sticky Note” sob a coluna Dados no painel à direita como ícone “Padrão”, já sabe que selecionou o ícone certo.

Para evitar que essa extensão de arquivo apareça, selecione o ícone da pasta no painel à esquerda, clique com o botão direito em qualquer local no painel à direita e escolha Novo.Valor da seqüência. Digite NeverShowExt (tudo junto) e pressione ENTER. Aparecerá um novo ícone denominado NeverShowExt no painel à direita. Nesse momento você precisa fazer logoff e login novamente para que o Windows veja o efeito, mas de agora em diante os arquivos desse tipo não serão mais mostrar a extensão, mesmo que você use a caixa de diálogo Exibir.Opções de pasta ou Ferramentas.Opções de pasta (na guia Modo de exibição) para que as extensões fiquem sempre visíveis.

Caixa de Ferramentas: Sizer: Quando tamanho é documento
Às vezes você deseja um certo tamanho para uma pasta ou janela de aplicativo. Por exemplo, pode ser que queira saber como será a aparência da página que está criando em diferentes tamanhos de tela. Ou talvez queira que sua janela ativa ocupe toda a área de trabalho, exceto uma faixa para que possa pegar algum item da área de trabalho. Pode dizer adeus a arrastar barras de títulos e extremidades de janelas para conseguir a tamanho e posição perfeitos para cada janela. Faça download do Sizer, um utilitário gratuito da Brian Apps. Basta clicar no ícone do Sizer e escolher Configue Sizer para definir tamanhos e posições personalizados para as janelas. E mais, enquanto o Sizer estiver ativo, basta clicar com o botão direito em qualquer extremidade da janela e escolher um dos seus comandos personalizados para que esta fique instantaneamente como desejado (em termos de tamanho e posição). Acesse www.brianapps.net/sizer.html para obter uma cópia do Sizer.

 

LIÇÕES SOBRE VULCÕES

Pode ser que você ainda não tenha notado, mas há uma aula de geografia grátis nas proteções de tela do Windows. Clique com o botão direito do mouse na Área de trabalho, escolha Propriedades e, sem seguida, na guia Proteção de tela. Na lista suspensa Proteção de tela, escolha Texto 3D e clique no botão Configurações. Selecione a opção Texto no canto superior esquerdo e, na caixa de texto, digite volcano. Clique em OK e, em seguida, em Amostra ou OK e aguarde. Em vez da palavra volcano, aparecerão os nomes dos vulcões existentes em todo o mundo (veja FIGURA).


OS NOMES DOS VULCÕES dançam pela tela utilizando a proteção de tela Texto 3D

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail