Home > Dicas

Velocidade de gravação

Veja se há vantagem em comprar um gravador de CD externo com alta velocidade de gravação para uso em um notebook com entrada USB 1.1.

PC World

19/07/2005 às 18h13

Foto:

Existem no mercado vários gravadores de velocidades diferentes para conexões diferentes. Mas sempre me sugerem, porém, gravar um CD na menor velocidade possível, devido a problemas que podem ocorrer. Há grandes vantagens em comprar um gravador com alta velocidade de gravação? Meu notebook tem entrada USB 1.1, o que limita a velocidade de gravação. Tenho dúvidas sobre comprar um gravador externo. O que vocês sugerem?
Lincoln Nakajima
lnakajima@yahoo.com.br
 
A primeira restrição é o tipo de interface que pode ser usada. Em PCs desktop, a melhor opção é usar unidades IDE, devido ao baixo custo. Em notebooks não é possível instalar novos dispositivos IDE. Normalmente tem que se usar as portas USB disponíveis. No caso de a porta ser USB 1.1, a taxa de transferência máxima teórica é de 12 Mbps, suficientes para fazer gravações em até 8x, mas dependendo da velocidade do disco rígido e do próprio processador, a velocidade poderá ser menor. Provavelmente você precisará se contentar com 6x ou 4x. Se não existisse essa restrição e fosse usado um modelo IDE, poderia ser usada uma velocidade de gravação elevada (existem modelos que gravam CD-R em altas velocidades, como 24x e 32x). O uso de altas velocidades requer mídias de melhor qualidade e certificadas para a velocidade desejada. As mídias de boa qualidade têm na sua embalagem a indicação da velocidade compatível. As mídias de baixa qualidade, muitas vezes "sem nome", não são confiáveis para altas velocidades. Recomendamos que use a maior velocidade permitida quando estiver gravando CDs para uso próprio, e que grave em baixa velocidade quando forem dados importantes para ser enviados a um cliente, por exemplo. Existem casos de incompatibilidades entre CD-R e drives de CD-ROM antigos, e a baixa velocidade de gravação reduz bastante o problema.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail