Home > Notícias

TI nas mãos de terceiros

Pequenas empresas investem no outsourcing para cortar custos e manter o foco na atividade principal

Daniel dos Santos

27/09/2005 às 18h25

Foto:

Terceirização - Ilustra gdFornecedores,
pedidos de propostas, vendas, contas a pagar, folha de pagamento... Não
é fácil gerenciar bem todas as áreas que estão associadas ao dia-a-dia
de um negócio. Para centrar seus esforços na atividade principal, o
chamado core business, é cada vez maior o número de empresas que
recorrem à terceirização de atividades, com destaque para a área de
tecnologia da informação. Segundo dados da consultoria IDC, o mercado
de outsourcing de serviços de tecnologia e telecomunicações movimentou
mais de 4 bilhões de reais no Brasil em 2004. “E deve encerrar 2005 com
crescimento de 16,6% em relação ao período anterior”, destaca Mauricio
Monteiro, analista sênior de mercado da IDC para serviços de TI na
América Latina.

Prática adotada inicialmente pelas grandes
empresas, a terceirização ganha corpo também entre o mercado de
pequenas e médias companhias. “O outsourcing é uma ferramenta
estratégica, que oferece agilidade, flexibilidade, escalabilidade e
inovação para pequenas e médias empresas”, destaca Cássio Dreyfuss,
vice-presidente de pesquisa do Gartner para a América Latina. Segundo
ele, a terceirização está se firmando como uma prática. “Deixou de ser
um quebra-galho”, completa.

Atualmente, toda estrutura de TI
pode ficar a cargo de terceiros. Da administração da rede a hardware e
software, passando pelos serviços de impressão, tudo pode ser obtido em
sistema de outsourcing. A integradora NetMicro oferece, há seis anos,
essa modalidade de serviço. Atualmente, são 250 clientes que utilizam o
outsourcing, 30% deles pequenos e médios empreendimentos. “A opção mais
procurada é o Office On Demand”, conta João Alfredo Pimentel, diretor
da NetMicro, referindo-se ao pacote que reúne alocação de hardware,
software e serviços com pagamento mensal de acordo com o número de
usuários. Segundo ele, o valor varia conforme as necessidades, mas
custa, em média, 300 reais por usuário. E há redução de até 60% dos
custos de TI dos clientes, de acordo com o executivo.

Problemas
com impressão? Empresas como a Tecnoset fornecem de funcionários para
gerenciar os equipamentos a impressoras. “Fazemos um levantamento com
número de máquinas, volume de impressão, consumo de suprimento e gastos
de manutenção, entre outros pontos, e apontamos o cenário ideal”,
explica Eliseu Schimenes, diretor da empresa. De acordo com o ele, 95%
das companhias não utilizam os recursos de impressão de forma correta.
“Ao contratar especialistas, o cliente reduz custos, ganha equipamentos
com melhor desempenho e, principalmente, passa a ter gestão”, explica.

No
ano passado, a receita da Tecnoset na área cresceu 118%, com previsão
de números 80% maiores em 2005.  Esse desempenho levou a Tecnoset
a investir agora em serviços de terceirização de outras áreas, como
segurança digital e armazenamento. Tarefas como atualizações de patches
de segurança, relatórios de vulnerabilidades e até a instalação de
programas de proteção ficam a cargo de um técnico fornecido pela
empresa.

Nascida da aquisição da área de outsourcing da
Holomática Assessoria, a RM Outsourcing está há três meses no mercado e
já conta com cerca de 50 clientes, sendo 40% deles empresas de pequeno
porte. Seus serviços unem TI e recursos humanos, com a oferta de toda a
infra-estrutura tecnológica (como servidores, data centers, softwares e
técnicos) que será utilizada na terceirização de processamento de
atividades de RH, e chega à oferta de mão-de-obra de profissionais de
recursos humanos. Para 2005, a companhia espera atingir faturamento de
9 milhões de reais, volume que deve chegar a 15 milhões de reais em
2006, segundo Eduardo Basile Quadrado, diretor da RM Outsourcing.

Para
evitar dores de cabeça, é preciso tomar alguns cuidados na hora de
escolher um fornecedor de serviços e planejar com atenção a adoção da
estratégia. “Antes de qualquer coisa, é preciso definir qual é o
resultado esperado, que pode ir de uma simples redução de custos a algo
muito mais estratégico para a organização, como uma completa
transformação do modelo de negócios”,  afirma Otávio Sanchez,
professor e consultor da Fundação Getúlio Vargas.

“Muita gente
contrata um amigo que entende de informática, sem conhecer sua
competência”, lembra Paulo Lira, diretor executivo da integradora PL
Tecnologia. “É necessário checar o perfil do fornecedor, solicitar a
lista de clientes e buscar referências com quem já utiliza esses
serviços”, destaca. Fundada em 1997, a PL oferece mão-de-obra para
suporte a plataformas Windows ou Linux (nos clientes ou por telefone) e
projetos de implementação de telefonia via internet, entre outras
opções, com pagamento por hora de trabalho.

Ajuda estratégica

Empresa Serviços de terceirização Onde encontrar
NetMicro Hardware, software
e serviços para
tecnologias de
redes
 (011) 5091- 5505
www.netmicro.com.br
PL Tecnologia Hardware, software
e serviços para
tecnologias de
redes
 ( 11) 5581-5100
www.pl.com.br
RM Sistemas Hardware, software e
serviços para atividades
na
área de RH
0800-7098100
www.rm.com.br
Tecnoset Hardware, software e
serviços para impressão,
segurança digital e
armazenamento
(011) 5032-2255
www.tecnoset.com.br

Estudos de caso
Cegelec: Impressão racional
SBS: Do suporte à VPN

Leia mais
Info center: Pequenas empresas

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail