Home > Notícias

Hackers tiram o sono de 43% dos usuários de TI

Pesquisa sobre soluções de segurança de rede da Mindwave Research ouviu 800 usuários. Vírus, worms e cavalos de Tróia aparecem como segund maior preocupação

Computerworld

28/09/2005 às 18h52

Foto:

Hackers, acessos indevidos, quebras de firewall e prevenção contra intrusos vêm tirando o sono de muitos profissionais de tecnologia, conforme aponta a pesquisa sobre soluções de segurança de rede da Mindwave Research.

Encomendado pela Nortel Networks, o estudo que pesquisou 800 usuários revela que a maior preocupação de 43% dos entrevistados está relacionada aos hackers. Vírus, worms e cavalos de Tróia aparecem em segundo lugar, uma vez que 57% dos entrevistados admitem que suas redes sofreram pelo menos um ataque de vírus em 2004.

Atul Bhatnagar, vice-presidente e gerente-geral da unidade de Redes de Dados Corporativas da Nortel, lembra que os avanços do acesso sem fio e dos dispositivos móveis, associado à convergência permitem a criação de serviços de última geração por intermédio das redes corporativas. Bhatnagar alerta que as empresas que desejarem usufruir dessas novas ofertas devem ajustar seu enfoque em segurança de rede a essas mudanças.

Chris Liebert, analista sênior do instituto de pesquisas Yankee Group, sugere que a segurança não pode se limitar a um recurso de rede ou a produtos isolados instalados nos pontos de acesso. Deve ser uma estratégia abrangente.

A pesquisa, que ouviu usuários de empresas de todos os portes em seis países (Estados Unidos, Canadá, Inglaterra, França, Alemanha e México) ainda que, nas pequenas e médias empresas, ainda é um desafio contar com proteção contra vírus na rede.

Na hora da decisão

Quando avaliam soluções de segurança para suas redes, os entrevistados se concentram em três pontos principais: confiabilidade, preço e serviço e suporte. De acordo com a pesquisa, cerca de 50% usuários responderam que confiabilidade é um fator primordial na hora da decisão de compra de uma solução de segurança.

Interoperabilidade e gestão de rede também são fatores muito considerados pelas empresas com mais de 250 funcionários. Além disso, comprar diretamente do fornecedor de equipamentos de rede está entre as principais opções dos profissionais - aproximadamente 60% deles afirmam preferir padronizar as soluções com um só desenvolvedor de sistemas de segurança.

Atualmente 55% dos entrevistados terceirizam alguma função de segurança de rede. Destes, 25% terceirizam todas as soluções de segurança. No México, por exemplo, 46% dos profissionais ouvidos pela Mindwave terceirizam toda a segurança de rede como um serviço gerenciado. No geral, 45% tratam da questão de segurança no âmbito da própria empresa.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail