Home > Notícias

Venda de CDs cai enquanto download cresce 6%

Formato digital movimentou 790 milhões de dólares na primeira metade de 2005, 6% a mais que os 220 milhões de dólares de 2004

IDG Now!

03/10/2005 às 15h19

Foto:

Um declínio nos formatos tradicionais de comercialização de músicas, como o CD, tem sido acompanhado por um salto no mercado de música digital, que teve 6% de crescimento em suas vendas no primeiro semestre deste ano em comparação com o mesmo período de 2004.

Os números são da Federação Internacional da Indústria Fonográfica (IFPI na sigla em inglês). Segundo a análise, divulgada nessa segunda-feira (03/10), o faturamento dos formatos tradicionais caiu 1,9 % no primeiro semestre, saindo de 13,4 bilhões de dólares movimentados em 2004 para 13,2 bilhões em 2005.

O formato digital movimentou 790 milhões de dólares na primeira metade de 2005, 6% a mais que os 220 milhões de dólares de 2004. Entram nesse percentual compras a la carte de músicas ou assinaturas mensais em lojas virtuais e ainda conteúdo musical para celulares, incluindo os ringtones.

O documento continua atribuindo à pirataria parte da culpa pela queda nas vendas de CDs. Contudo, também reconhece os esforços em reverter a situação, seja com ações educativas ou mesmo processos judiciais.

Apesar de a música digital crescer a uma velocidade cada vez maior, empurrada pela busca das gravadoras em se atualizar aos novos formatos e pela explosão dos MP3 players, a grande forma de acesso às músicas continua sendo os formatos tradicionais. O mercado mais ativo no download legal de música digital é o norte-americano, seguido pelo japonês, pelo inglês, alemão e francês.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail