Home > Notícias

Compras online de Natal crescem 47% no Brasil

Segundo a consultoria e-bit, no período de 15 de novembro a 23 de dezembro, as vendas online devem somar 420 milhões de reais, 47% acima das vendas do final de 2004, que somaram 284 milhões de reais

Daniela Braun - IDG Now!

16/11/2005 às 20h42

Foto:

Este ano, mais brasileiros devem trocar a maratona das compras de final de ano pelo comércio eletrônico. Segundo a consultoria e-bit, no período de 15 de novembro a 23 de dezembro, as vendas online devem somar 420 milhões de reais, 47% acima das vendas do final de 2004, que somaram 284 milhões de reais.

No total de 2005, o e-commerce brasileiro deve crescer 40% em relação a 2004 atingindo um faturamento de 2,5 milhões de reais. A previsão atual supera os 2,3 nilhões de reais estimados em setembro deste ano pela e-bit.

Em 2004, o setor faturou 1,75 bilhão de reais, tendo crescido 45,8% na comparação com 2003. Há dois anos, as lojas virtuais brasileiras apresentaram um faturamento de 1,2 bilhão de reais, sendo 204 milhões de reais com o Natal.

O aumento do número de consumidores online, do uso da internet em banda larga e a queda do dólar estão entre os fatores que impulsionaram este crescimento, avalia Pedro Guasti, diretor geral da e-bit. "No ano passado 3,250 milhões de brasileiros haviam feito pelo menos uma compra na internet. Este ano devem ser mais de 4,5 milhões de compradores online, mostrando um crescimento de 38%", compara Guasti.

Segundo o Ibope//NetRatings, em agosto 7,1 milhões de internautas residenciais acessavam a internet em alta velocidade - 64,7% do total de 11,7 milhões de internautas com acesso domiciliar naquele mês.

CDs e DVDs continuam sendo os itens mais vendidos na web brasileira, embora produtos mais sofisticados como tocadores de MP3, TVs de plasma e de cristal líquido (LCD) começem a aparecer mais na listas de compras virtuais.

Para quem vai de mouse às compras de Natal, o e-bit dá algumas dicas básicas:

- Aproveite a competição no e-commerce. Use sites de comparação de preços antes de definir sua compra, mas desconfie de ofertas milagrosas;

- Procure referências sobre o vendedor online. O site da e-bit (www.e-bit.com.br) conta com uma lista lojas pontuadas pelos e-consumidores;

- Antes de fornecer dados pessoais verifique se o site a loja virtual possui política de privacidade, endereço e telefone para contato.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail