Home > Notícias

“O Linux terá 20% a 30% do mercado de desktops”

O CEO da Mandriva, François Bancilhon, revela a estratégia de lançamento do sistema operacional Mandriva Linux 2006 em entrevista exclusiva a PC WORLD

Luís Fernando Tinoco

30/11/2005 às 18h36

Foto:

François Bancilhon, CEO da MandrivaNo início do ano, a companhia francesa MandrakeSoft adquiriu a brasileira Conectiva e parte dos ativos da norte-americana Lycoris. Em novembro, nasceu o primeiro fruto da fusão, o Mandriva 2006, distribuição do Linux cuja maior meta é difundir o sistema operacional entre usuários finais. Compatível com a plataforma de Wi-Fi Centrino e com Skype embutido, o Mandriva quer conquistar os desktops, conforme explica o CEO da Mandriva, o francês François Bancilhon, que veio ao Brasil para o lançamento mundial do sistema.

“Não vejo nada que impedirá que o Linux tome 20% a 30% do mercado de desktops em cinco a dez anos, o que será muito bom para todo mundo, inclusive para a Microsoft”, diz o executivo. Confira, a seguir, a íntegra da entrevista exclusiva concedida por Bancilhon a PC WORLD e leia, em primeira mão, uma avaliação técnica do novo Linux.

Entrevista:
Parte I – O Linux mira os desktops e notebooks
Parte II – Uma questão política ou econômica?
Parte III – As novidades do Mandriva Linux 2006
Parte IV – Mandriva tem crescimento e planeja aquisições

Review:
Um pingüim mais fácil de usar

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail