Home > Notícias

Ranking: conheça as pragas mais perigosas de 2005

Lista da Panda Software sofreu poucas alterações no decorrer de 2005 - principalmente pela ausência de grandes epidemias no período

IDG Now!

03/01/2006 às 19h00

Foto:

O vírus Sdbot.ftp foi a praga mais ativa durante 2005, afirmou a Panda Software em seu ranking de códigos mais perigosos do ano passado. Logo atrás apareceu o Netsky.P, que desde 2004 aparece como uma das pragas mais propagadas e tenazes da web.

Segundo a fabricante espanhola de softwares antivírus, a sua lista de pragas sofreu poucas alterações no decorrer de 2005 - principalmente pela ausência de grandes epidemias no período. "Isso não significa, porém, que o risco de ser afetado por um ataque de código malicioso tenha diminuído em qualquer aspecto. Na verdade, acontece o contrário", disse em comunicado Luis Corrins, diretor da PandaLabs.

"A atividade viral na web está maior do que nunca, mais pela estratégia dos criadores de vírus em soltar diversas variantes de um código malicioso em um período de tempo muito pequeno. Esse foi o caso do Bagle, Sober e Mytob", afirmou ele.

Mesmo tendo ficado por seis meses seguidos na primeira posição do ranking, o Sdbot.ftp foi responsável por apenas 3,7% do total de infecções detectadas peloo mecanismo Panda ActiveScan, antivírus online da companhia.

O Netsky.P ficou com 2,95% do geral, enquanto o cavalo-de-tróia Qhost.gen teve 2,29% do número total de detecções.

Veja a lista completa divulgada pela Panda Software:

Sdbot.ftp - 3,70%

Netsky.P - 2,95%

Qhost.gen - 2,29%

Gaobot.gen - 1,96%

Citifraud.A - 1,29%

Zapchast.D - 1,13%

Parite.B - 1,03%

Netsky.D - 1,02%

Sasser.ftp - 1,00%

Psyme.C - 0,97%

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail