Home > Notícias

Vendas online no Brasil somam R$ 9,9 bi em 2005

Número representa um crescimento de 32% sobre o montante movimentado em 2004, de acordo com a E-Consulting e a Camara-e.net

IDG Now!

11/01/2006 às 14h33

Foto:

O varejo online brasileiro registrou um crescimento de 32% no ano de 2005, movimentando um total de 9,9 bilhões de reais, de acordo com a E-Consulting e com a Camara-e.net.
O índice leva em conta transações de automóveis, turismo e bens de consumo (lojas virtuais e leilões para pessoa física) pela web.

No ano passado, o total movimentado pelo comércio eletrônico foi de 7,5 bilhões de reais, correspondente a 3,43% do varejo total no País (dados estimados a partir do índice-base do IBGE).

Nos últimos três anos, as vendas pela internet no Brasil vêm mantendo um ritmo de crescimento médio de 35% e conquistam cada vez mais o seu lugar nos hábitos de consumo do brasileiro.

Segundo os dados da pesquisa, o número de compradores online já atingiu a marca de 4,8 milhões - em comparação com 4,3 milhões, em 2004 -, o que significa que 22,5% dos 29,3 milhões de internautas brasileiras compram pela web. O ticket médio está na casa dos 321 reais.

Como fatores que ainda atrasam o aumento no número de consumidores virtuais, a E-Consulting destaca a dificuldade de acesso a crédito ao consumidor, a ainda forte desconfiança de boa parte dos usuários com relação à segurança do processo e dos meios de pagamento online e as dificuldades operacionais e de atendimento das lojas no começo de suas operações, dentre outras.

Panorama setorial
A venda de automóveis pela web teve uma forte participação no volume total de vendas online (52%), crescendo 20,5% ano-a-ano, mas foi o aquecimento no setor de turismo, que registrou crescimento de 62,6% em relação a 2004, que puxou a alta do comércio eletrônico.

O segmento respondeu por 18,9% dos negócios pela internet, restando ao setor de bens de consumo uma participação de 27% na composição da receita total.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail