Home > Notícias

Um em cada dez sites não funciona com Firefox

Pesquisa da empresa de testes de internet do Reino Unido SciVisum foi baseada em testes com os 100 principais sites de consumo da região

IDG Now!

12/01/2006 às 17h33

Foto:

O Firefox pode ter encerrado o ano com quase 10% do mercado total de navegadores, mas os novos usuários podem se deparar com uma surpresa desagradável, segunda uma pesquisa recente que mostra que um em cada dez sites não permitem o acesso completo por meio do browser.

A pesquisa, da empresa de testes de internet do Reino Unido SciVisum, foi baseada em testes com os 100 principais sites de consumo da região.

A empresa descobriu que 3% rejeitavam browsers que não fossem o Internet Explorer (IE), enquanto outros 7% usavam códigos compatíveis apenas com o navegador da Microsoft.

Entre os exemplos de sites que viram as costas para usuários de outros browsers estão o da Odeon Cinemas e da Jobcentreplus.

Já os sites da British American Tobacco e da Lloyds TSB estão entre os que possuem código compatível apenas com o IE.

A companhia ressaltou que algumas empresas mudaram suas políticas após a pesquisa. Hoje é possível pelo menos entrar em todos estes sites por meio do Firefox. "Surpreendentemente, depois de todos esses anos, usuários de nagevadores padrão de mercado ainda se deparam com sites que não suportam sua opção de browser ou que trazem um link sugerindo o download do Internet Explorer, um software que presumidamente optaram por não utilizar", disse o principal executivo da SciVisum, Deri Jones.

A companhia recomenda aos desenvolvedores de web adotar os padrões Cascading Style Sheets (CSS), que permitem separar conteúdo de apresentação.

Mas nem tudo são más notícias para os adeptos de browsers alternativos: a SciVisum detectou que alguns sites fizeram excelentes progressos em 2005, incluindo a PowerHouse, que antes bloqueava usuários do Firefox , e o English Heritage, que originalmente empurrava aos não-usuários do IE uma versão sem gráficos das páginas.

O Firefox saltou de 4,64% de participação de Mercado no início de 2005 para 10% ao final do ano, segundo a NetApplications. No mesmo período, o Explorer caiu de 90,31% para 85,05%.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail