Home > Notícias

Mozilla divulga detalhes do Firefox 2.0

A navegação por abas na versão 2.0 será levada a um próximo nível, fazendo com que elas atuem mais como janelas no desktop

IDG Now!

24/01/2006 às 20h36

Foto:

Apenas três dias antes da segunda versão de testes do Internet Explorer 7 ter vazado para a web, a equipe do Mozilla Firefox revelava detalhes sobre a versão 2.0 do navegador de código aberto, que terá diversas modificações já visando a versão 3.0 sem perder compatibilidade com os lançamentos anteriores, como a 1.5.

De acordo com Ben Goodger, engenheiro chefe do projeto, a navegação por abas na versão 2.0 será levada a um próximo nível, "fazendo com que elas atuem mais como janelas no desktop".

Outros planos para o Firefox 2.0 incluem mudanças nos sistemas de favoritos e histórico, melhoramentos na interface gráfica dos sistemas de feeds RSS (Really Simple Syndication) e Atom, interface de busca mais visível e personalizável, bem como uma modificação geral no visual do navegador.

Goodger afirma também que grandes mudanças estão programadas para as áreas de textos de páginas como webmails e blogs. "O aumento no número de aplicações como webmails, blogs etc. traz à luz a pobreza dos campos de texto HTML", escreveu ele em seu blog. "Traremos, no mínimo, a ferramenta de correção ortográfica para esses campos".

Os planos da Mozilla Foundation são de lançar o Firefox 2.0 na metade de 2006 - junho ou julho -, com especial cuidado para não haver atrasos como aqueles acontecidos com a versão 1.5. "A idéia do Firefox 2 é trazer melhorias para a experiência do usuário com um mecanismo de renderização muito estável", escreveu Goodger. "O corpo principal de desenvolvimento está sofrendo uma reformulação significativa para o que será o Firefox 3".

O mecanismo do Firefox 2 é baseado no mesmo engine Gecko que equipou a versão 1.5. "Eles serão compatíveis, sob o ponto de vista do desenvolvedor. As APIs (Application Programming Interface) podem ser adicionadas, mas nenhuma deverá ser modificada". Bom sinal para os criadores de extensões e temas para o navegador de código aberto.

Ainda no início de janeiro, a NetApplications divulgou que o Firefox e o Safari, este último da Apple, foram os navegadores que mais ganharam mercado em 2005.

O Firefox, que tinha 4,64% de participação em dezembro de 2004, acabou o ano de 2005 com 9,57%. O Safari, que terminou o ano retrasado com 1,56%, terminou 2005 com 3,07%.

Já o IE, que tinha 90,31%, foi o que mais perdeu - terminou o ano passado com 85,5% de participação no mercado.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail