Home > Notícias

Ação contra iPod estimula campanha sobre surdez

ONG para deficientes auditivos lança a campanha "Não perca a música", que luta contra a alteração dos dispositivos limitadores de ruídos

Macworld

06/02/2006 às 19h06

Foto:

Motivada pelo fato de que muitos usuários violam os códigos que vêm de fábrica para limitar a altura do som dos MP3 players, o royal national institute for the deaf (RNID), que ajuda deficientes auditivos, lançou a campanha "Não perca a música".

O objetivo é conscientizar os usuários sobre os problemas associados ao ato de ouvir música muito alta.

A iniciativa foi lançada depois que um homem da Louisiana processou a Apple e pediu que o iPod fosse alterado de modo a evitar que os usuários escutassem música em níveis perigosos de ruído.

"Estamos seriamente preocupados com a possibilidade de as pessoas estarem efetivamente violando esse dispositivo de segurança, e de que esse problema possa se espalhar pela população", disse o diretor de comunicações da RNID, Brian Lamb.

Ele acrescentou que a campanha da RNID prevê um trabalho com os fabricantes, para assegurar que os avisos relacionados a este perigo sejam mais visíveis e estejam dentro e fora da embalagem de seus produtos.

A otorrinolaringologista Ângela King também alerta. "O uso prolongado de fone de ouvido com música alta oferece o perigo de perda permanente da audição. A campanha 'Não perca a música' está alertando as pessoas a ficarem cientes dos riscos que correm para poderem apreciar a música por muito mais tempo".

Dicas do RNID para ouvir música com segurança:
- Tirar os fones do ouvido regularmente.

- Reduzir em um ponto o volume - mesmo baixando só um pouco o som, pode haver uma grande diferença no risco de danos ao ouvido.

- Evitar tentativas de inibir o ruído externo, como do trem ou do trânsito, aumentando volume de seu player.

Para ver alguns modelos de proteções para ouvido, clique aqui.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail