Home > Notícias

Usuário gasta o dobro do tempo com TV interativa

Testes feitos na Noruega pela Ericsson mostram que o tempo médio de acesso a TV móvel dobrou quando os usuários acessaram funções interativas

Daniela Moreira, do IDG Now!

07/02/2006 às 18h51

Foto:

Testes realizados pela Ericsson em parceria com a Norwegian Broadcasting Corporation (NRK), emissora de televisão norueguesa, revelaram que o tempo dedicado pelos usuários a um determinado programa de TV móvel praticamente dobra quando ele consegue interagir com o conteúdo.

O teste comercial, realizado com 500 usuários, entre novembro de 2005 e fevereiro de 2006, mostrou que o tempo médio de acesso a um programa pelo celular aumentou de 2 minutos (GPRS) e 3 minutos (3G) para mais de 5 minutos quando o usuário acessava funções interativas.

No piloto, um programa musical ganhou dois recursos interativos: a votação para escolher o próximo clipe exibido e a função de chat.

Diante dos resultados, a Ericsson planeja introduzir interatividade na programação de TV móvel no Brasil.

A empresa possui um acordo com a Claro, que utiliza o seu centro de hosting de serviços para operadoras para transmitir programações televisivas - inclusive acesso em tempo real ao canal Band News - para seus assinantes.

"Até o final do ano a interatividade deve estar disponível", afirma Leandro Baghdadi, relações públicas da Ericsson, lembrando que a decisão de agregar os serviços depende das operadoras.

O executivo enumera as vantagens do uso da tecnologia: "Para o canal de TV, além da nova forma de distribuir conteúdo, há uma receita de publicidade alternativa e um novo formato de TV que atinge outros grupos, como o de pessoas que ficam pouco em casa. Para a operadora, há um aumento de receita proveniente de tráfego e serviços. E para o usuário, a possibilidade de assistir televisão a partir de qualquer lugar".

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail