Home > Notícias

Celulares de US$ 20 chegam ao mercado em 2006

Texas Instruments espera que primeiros aparelhos baseados no chip de baixo custo LoCosto cheguem ao mercado até o final do ano

15/02/2006 às 12h45

Foto:

A Texas Instruments, maior fabricante do mundo de chips para telefones, acredita que será possível encontrar celulares GSM (Global System for Mobile Communications) com preço de até 20 dólares no mercado até o final deste ano, como parte de um esforço de produção de telefones ultra baratos para países em desenvolvimento.

A companhia tem um papel vital na determinação dos preços dos aparelhos, já que produz a parte mais cara dos telefones - os chips.

Para reduzir os custos com os aparelhos, a TI desenvolveu um chip chamado LoCosto, que combina as funções de quatro chips em um só, reduzindo a quantidade de material empregada na produção.

Uma série de fabricantes de aparelhos já aderiram ao LoCosto, incluindo a Nokia, Motorola, TCL Communication Technology Holdings e uma outra fabricante chinesa, disse Desmond Wong, porta-voz da TI em Shanghai.

"Temos um roadmap para reduzir ainda mais os custos gerais dos sistemas", afirmou.

A iniciativa de produção de celulares baratos para nações em desenvolvimento foi encampada pela GSM Association (GSMA), grupo de indústria que reúne fornecedores da área de telecomunicações.

Os aparelhos são voltados a mais de 1 bilhão de pessoas em nações emergentes, como Bangladesh, China, Índia e Rússia, que não têm recursos para adquirir celulares convencionais.

Embora 80% da população mundial tenha cobertura wireless, apenas 20% utilizam os serviços móveis, principalmente por causa do valor do aparelho, segundo a GSMA.

O programa já obteve grande sucesso. Na segunda-feira (13/02), a GSMA anunciou que operadoras em diversos países já encomendaram ou compraram mais de 12 milhões de celulares pelo programa Handsets para Mercados Emeregentes (Emerging Market Handset), o que representa o dobro da previsão original.

NO ano passado, a GSMA promoveu uma competição para incentivar as empresas a criarem celulares abaixo de 30 dólares, concurso vencido pela Motorola, com os modelos C113 e C113a.

Um grupo composto por dez operadoras concordou em comprar 6 milhões de dólares em aparelhos do modelo vencedor.

Os aparelho econômicos da Motorola começaram a ser vendidos no início deste ano.

A TI disse que os chips LoCosto não estão dentro do telefone da Motorola, mas a companhia espera que outros fornecedores, como a Nokia, anunciem produtos baseados no chip até o final do ano.

"Em geral, leva um ano para se desenhar um aparelho, portanto os produtos devem ser lançados neste ano", disse Wong, explicando que o LoCosto jjá está disponível para os designers há algum tempo.

A GSMA estabeleceu mais uma meta: reduzir o preço do celular para 15 dólares até 2008.

Os fabricantes dizem que o preço é possível, mas talvez não seja desejável, já que com um investimento um pouco maior o usuário pode ter acesso a vantagens como tela colorida e espaço para armazenar números de telefone.

Dan Nystedt, editor do IDG News Service em Taipei

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail