Home > Notícias

Governo adia fim de tarifa telefônica por pulsos

Mudança de cobrança de conta telefônica de pulsos para minutos foi adiada por um ano em razão do aumento de custo para os consumidores, principalmente para os usuários de internet discada

22/02/2006 às 14h45

Foto:

O ministro das Comunicações, Hélio Costa, disse nesta quarta-feira (22/02) que será adiada por até um ano a medida que prevê a conversão do sistema de cobrança das ligações telefônicas de pulsos para minutos.

A medida estava prevista para entrar em vigor entre março e julho deste ano.

Costa disse que a decisão foi tomada em conjunto com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para evitar perdas ao consumidor.

De acordo com o ministro, consumidores que fazem ligações com mais de três minutos de duração seriam prejudicados com a mudança, que também iria aumentar em 100%" os custos para os usuários de internet discada. "A nossa defesa é a do consumidor. Não podemos imaginá-lo sendo prejudicado", afirmou.

Segundo ele, o ministério vai oficializar a decisão ainda hoje (22/02), mas as empresas de telefonia já estão sendo informadas da mudança.

Custo
A Pro Teste, associação que defende os direitos do consumidor, estimou, em dezembro, o efeito das novas tarifas de telefonia fixa na conta dos consumidores de todo o país.

Da mesma forma que identificou elevação de preços nas ligações locais de maior duração no Rio de Janeiro e em São Paulo, voltou a prever como ficaria situação nas contas dos consumidores dos outros 24 Estados, Na prática, só as ligações locais de curta duração ficariam mais baratas.

Um bom exemplo é a ligação de 1 minuto que, com a troca do sistema de tarifação de pulso para minuto, teria redução de preços de até 68,96% em São Paulo (Ceterp). Já quando o assunto é aumento, o índice pode chegar a 138,17%, em Minas Gerais e São Paulo, nas ligações de 10 minutos.

Veja na tabela, como vai ficar o valor de suas ligações com o novo modelo de tarifação para chamadas de um, três e dez minutos de duração.

Com informações da Agência Brasil

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail