Home > Notícias

LG investe em produção local de TVs LCD

Companhia fabrica quatro modelos em planta de Manaus e pretende aumentar vendas de 4 mil unidades, em 2005, para 50 mil neste ano

02/03/2006 às 18h51

Foto:

Motivada pelo aumento previsto na demanda por TVs de grande formato em função da Copa do Mundo 2006, a LG Electronics aposta suas fichas na produção local de aparelhos de cristal líquido (LCD) para elevar as vendas no Brasil.

A companhia, que já tem produção local de televisores plasma de 42 e 50 polegadas, investe agora na fabricação de TVs de 15 e 20 polegadas (a partir de abril), e 26 e 32 polegadas (início imediato) de LCD em sua planta na Zona Franca de Manaus.

Com a produção local e o aumento de demanda gerado pela Copa, a empresa espera elevar as vendas de televisores LCD no País de 4 mil unidades, em 2005, para 50 mil unidades, em 2006, respondendo por 50% deste mercado.

"É um aumento perfeitamente possível, pois trata-se de um mercado em fase de expansão", justifica Fernanda Summa, gerente de produtos para a área de TVs da LG.

Já as vendas de plasma devem saltar de 23 mil unidades, no último ano, para 100 mil unidades neste ano, segundo a executiva.

"O plasma tem preços mais competitivos a partir de equipamentos de 42 polegadas. Na nossa visão, o plasma é a principal televisão da casa, aquela que fica na sala e toda a família utiliza. Já o LCD é o equipamento secundário, que fica nos quartos e outros cômodos, por isso pode ser menor", explica Fernanda.

Apesar da alta aposta, as tecnologias avançadas para TV - plasma, LCD e projetores - representaram menos de 1% do mercado brasileiro em 2005, segundo a gerente, e devem responder por pouco mais de 2,5% das vendas em 2006.

Em contrapartida, as televisões de tela plana de tubo (CRT) vêm conquistando fatias cada vez mais representativas de mercado, passando de 14%, em 2004, para 35% a 40%, em 2006.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail