Home > Notícias

EUA investigam preço de música digital

Departamento de Justiça dos Estados Unidos investiga gravadoras por manipulação de preços para venda de músicas pela internet

03/03/2006 às 10h52

Foto:

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos abriu uma investigação sobre os preços de músicas vendidas na internet pelas grandes gravadoras, reportou a agência de notícias Reuters, na sexta-feira (03/02), citando fontes não-identificadas.

A investigação do Departamento de Justiça averigua se as gravadoras teriam se comunicado para estabelecer preços. Algumas intimações teriam sido emitidas, com outras por vir nos próximos dias, segundo o relatório.

As gravadoras sob investigação são a EMI Group PLC, Warner Music Group, Universal Music Group, Sony BMG e Bertelsmann AG, de acordo com a agência.

Procuradas pela reportagem do IDG News Service, nenhuma das gravadoras se pronunciou sobre o processo.

Para Mark Mulligan, diretor de pesquisas no Jupiter Research, é razoável que as autoridades investiguem a indústria.

"Mesmo que não haja provas, há uma situação e circunstâncias suspeitas no ambiente", acredita o analista.

Alguns aspectos do mercado de música, incluindo a consolidação que permite às quarto maiores gravadoras controlar grande parte da receita, gera um potencial cenário de manipulação, disse Mulligan.

Além disso, as gravadoras estão sob pressão para proteger suas receitas diante das incertezas quanto ao efeito da música digital na indústria.

Como resultado, elas mantém o preço das músicas na internet muito altos, segundo o analista, que ressalta que o Departamento de Justiça não estaria investigando o caso se as gravadoras se unissem para manter os preços baixos.

*Sumner Lemon e Nancy Gohring são editores do IDG News Service, em Pequim e Dublin.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail