Home > Notícias

HP pretende liderar mercado de outsourcing em cinco anos

Companhia quer ultrapassar IBM e EDS e assumir a ponta do segmento, crescendo 30% no mercado latino-americano no ano de 2006

10/03/2006 às 11h53

Foto:

Conquistar a liderança do mercado de outsourcing no prazo de cinco anos é o objetivo da HP que, para isso, aposta em uma mudança de paradigma no segmento.

Para Leonardo Mendoza, gerente de serviços para contas corporativas da HP América Latina, a oportunidade de liderar o setor, superando as concorrentes IBM e a EDS (primeira e segunda colocadas no mercado de serviços, segundo dados da IDC), está em uma transformação no modelo de outsourcing, que passa assumir características como administração de múltiplos de fornecedores, alcance global e implementação de melhores práticas.

Apoiando-se em diferenciais competitivos que, segundo Mendoza, incluem capacidade de gerenciamento de datacenters, habilidades em governança e parcerias e um portfólio de sistemas para ITMS (Information Technology Management Software), a empresa espera crescer o dobro da média do mercado de serviços.

"Em serviços como um todo, cresceremos entre 4% e 6% na América Latina. Especificamente em outsourcing, esperamos crescer 30% em 2006 e ao longo dos próximos anos", prevê Mendoza.
Ocupando a terceira posição no ranking global de outsourcing - atrás de IBM e EDS, respectivamente -, a companhia faturou 15,5 bilhões de dólares com serviços em 2005, sendo 9,7 milhões em serviços de TI, 2,8 em consultoria e integração e 3 milhões de dólares em outsourcing.

A unidade de serviços na América Latina tem 2,1 mil funcionários - 822 no Brasil -, atua diretamente em 11 países e faturou 640 milhões de dólares em 2005.

A partir do Brasil, a HP presta serviços a empresas como Sadia e GM.

*Daniela Moreira viajou a Cupertino a convite da HP.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail