Home > Notícias

Microsoft investe US$ 500 milhões para enfrentar IBM no corporativo

Steve Ballmer apresenta estratégia de marketing centrada em software para combater aposta em serviços da rival IBM

17/03/2006 às 18h01

Foto:

A Microsoft investirá 500 milhões de dólares em uma nova campanha de marketing para conquistar o mercado corporativo e fazer frente à rival IBM.

Lançada na quinta-feira (16/03), em Nova York, a iniciativa tem como mote uma visão de negócios “prontos para as pessoas”.

Os pilares da oferta serão o Windows Vista e o Microsoft Office 2007, combinados às aplicações de comunicação e colaboração, buscas corporativas em bancos de dados, intelligence (BI) e customer relationship management (CRM).

“As pessoas geram resultados, as pessoas desenvolvem relações com clientes, as pessoas criam inovações, as pessoas constroem conexões com parceiros de negócios e as pessoas melhoram as operações”, disse Steve Ballmer, chief executive officer (CEO) da Microsoft, ao apresentar a estratégia.
Com a sua próxima geração de softwares, a Microsoft pretende ser o ponto central a partir do qual as pessoas executarão esses processos.

“Queremos suportar as pessoas desde a interface humana até o data center e a internet, provendo softwares que ligam tudo isso”, detalhou o executivo.

O slogan provoca a concorrente IBM, que vem apostando cada vez mais em serviços – e não apenas aplicações – próprios para ajudar os negócios a crescer suportados pela tecnologia.

“Não somos uma empresa de serviços”, disse Chris Capossela, vice-presidente do grupo do trabalhador da informação da Microsoft, em entrevista durante o evento.

“Achamos que devemos nos concentrar em fazer o que fazemos melhor, desenvolver software, e alimentar um rico ecossistema de parceiros”, argumentou Capossela.

Ballmer afirmou ainda que, apesar das empresas estarem falando muito em ir para além do corte de custos para impulsionar o crescimento, a inovação tecnológica para ajudá-los a fazê-lo não estava disponível até agora.

Durante o evento, a Microsoft destacou alguns dos avanços previstos para seus produtos que ajudarão a viabilizar esta visão.

Na área de mobilidade, por exemplo, a companhia mostrou que por meio das novas capacidades do Exchange Server 12, previsto para o início de 2007, o usuário poderá usar um telefone para acessar e controlar e-mail e calendário via reconhecimento de voz, por exemplo.

Em comunicação e colaboração, a Microsoft demonstrou como a próxima versão do cliente de e-mail do Outlook poderá responder um e-mail com uma mensagem instantânea ou permitir visualizar um arquivo de conversas por chat instantâneo.

A Microsoft também apresentou alguns dos recursos do SharePoint Server 2007, previsto para ser lançado neste ano, que permitem aos usuários construir sites internos e externos e fazer buscas em e-mails, diretórios e vários sistemas de retaguarda. O sistema também inclui outras capacidades de gerenciamento de conteúdo e fluxo de tarefas.

Na área de busca, a Microsoft deu uma demonstração de como um funcionário poderia procurar por colegas baseando-se no nível de relacionamento ou área de especialidade.

A companhia destacou ainda como a tecnologia de peer-to-peer (P2P) adquirida da Groove Networks poderia ser usada por empresas para compartilhar informações com parceiros externos, substituindo idas e vindas de e-mails por um documento que pode ser atualizado centralmente, por exemplo.
O Microsoft Office Groove 2007 está previsto para o segundo semestre deste ano.

Entre as novidades do Office 2007, também previsto para a segunda metade do ano, a empresa destaca o Document Inspector, que irá checar automaticamente as notas e correções em um documento, apagando-as antes que ele seja enviado.

*Shelley Solheim é editora do IDG News Service, em Nova York.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail