Home > Notícias

Empresas inovadoras contratam mais e pagam salários maiores, diz Ipea

Estudo mostra crescimento de 29% no número de contratações nas indústrias inovadoras. Média nacional para o período é de 19%

21/03/2006 às 18h24

Foto:

Freqüentemente apontadas como um das causas do desemprego, as inovações tecnológicas são na verdade estímulo para a abertura de vagas. É o que mostra o estudo "Tecnologia, Exportações e Emprego", do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

Segundo o trabalho, o grupo de empresas que mais inova no Brasil teve aumento de 29% no número de contratações entre 2000 e 2004, enquanto a média da indústria nacional ficou em 19%.
Trata-se do conjunto de indústrias com mais de 500 funcionários. São 1.368 companhias, das quais 900 (ou 74%) realizaram alguma inovação entre 2001 e 2003.

A explicação para a disparidade pode estar no fato da inovação tecnológica resultar em ganho de produtividade e por isso abrir novas frentes de trabalho.

“É evidente que a tecnologia poupa mão-de-obra, mas o que acontece é que as firmas inovadoras estão crescendo mais”, explica Fernanda De Negri, pesquisadora do Ipea e uma das organizadoras do estudo.
Outra informação que chama a atenção é a diferença de salário entre os funcionários de uma firma que inova e diferencia seu produto em comparação a média geral da indústria. Os trabalhadores desse grupo ganham 12,07% a mais que a média geral.

“A inovação desloca a demanda de mão-de-obra em direção a um trabalho mais qualificado”, esclarece De Negri.

Mas a inovação ainda é um alto risco para a grande maioria das indústrias. Na categoria de empresas com mais de 10 funcionários, ou seja, um conjunto de 84 mil empresas, somente 30% realizaram uma inovação tecnológica de 2001 à 2003. Taxa baixa se comparada a de países da Europa, cuja porcentagem pode variar entre 50% a 60%, dependendo do país.

O trabalho, que resultará em um livro a ser publicado em maio, contou ainda com a colaboração de João Alberto De Negri, Danilo Coelho e Lenita Turchi, todos do Ipea.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail