Home > Notícias

Brasil cai seis posições em ranking mundial de tecnologia

Ranking do Fórum Econômico Mundial mostra EUA como líder e Brasil atrás do Chile, na América Latina, em 52º lugar

Por Ralphe Manzoni Jr., editor executivo do IDG Now!

28/03/2006 às 10h47

Foto:

O Brasil caiu seis posições, passando a ocupar o 52º lugar, no ranking do “Global Information Technology Report 2005-2006”, divulgado na manhã desta terça-feira (28/03) pela Fórum Econômico Mundial, em cooperação com a Insead e patrocinado pela Cisco.

O estudo, que chega a sua quinta edição, compara o impacto da tecnologia da informação e das comunicações no processo de desenvolvimento e de competitividade de 115 países.

Os Estados Unidos, quinto colocados no ranking de 2004, assumiram o primeiro lugar pela terceira vez desde que a pesquisa começou a ser feita. Cingapura, Dinamarca, Islândia e Finlândia completam os cinco primeiros lugares.

Na América Latina, o Brasil está atrás do Chile (29ª lugar) e à frente do México (55ª), Colômbia (62ª), Uruguai (65ª)Costa Rica (69ª) e Argentina (71ª). O Paraguai é o antepenúltimo país (113ª) no ranking de 2005.

O estudo do Fórum Econômico Mundial mostra que Chile, México, El Salvador, Colômbia e Argentina melhoraram suas posições no ranking de 2005.

Já Brasil, Costa Rica e Guatemala caíram no ranking de 2005. É a segunda queda consecutiva do Brasil neste estudo. Em 2003, o País estava na 39ª posição.

Três áreas são analisadas para que o Fórum Econômico Mundial construa o ranking: (1) as condições macroeconômicas gerais, a infra-estrutura e as leis ligadas a tecnologia; (2) a forma como os indivíduos, governos e empresas se beneficiam e usam a tecnologia; (3) e as estatísticas sobre o uso de tecnologia da informações e comunicações nas nações analisadas.

Sobre este último item, o estudo do Fórum Econômico Mundial traz dados desatualizados. O número de celulares, telefones fixos, computadores pessoais, assinantes de internet banda larga (DSL e cable modem) e de internet são todos de 2003.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail