Home > Notícias

Mercado de notebooks deve dobrar este ano, prevê Intel

Segundo a Intel, venda de laptops deve atingir 600 mil unidades em 2006, o dobro do ano passado. Em 2010, mercado passa dos 2 milhões

Por André Borges, editor assistente do Computerworld

29/03/2006 às 18h01

Foto:

A fabricante de chips Intel prevê que o mercado brasileiro de computadores portáteis deva dobrar este ano, saltando das 300 mil unidades vendidas em 2005 para mais de 600 mil máquinas nesse ano.

A empresa, que prepara uma série de promoções para seus equipamentos entre os dias 03 e 09 de abril, pretende ampliar sua parceria com 15 fabricantes de laptops no Brasil.

Voltadas para o varejo como para o setor corporativo, as promoções da próxima semana envolverão facilidades de financiamento e isenção de juros.

Durante a abertura de evento realizado em São Paulo, o presidente mundial da companhia, Paul Otellini, apresentou o novo processador Centrino Duo, que promete ampliar a velocidade dos laptops em 68%, além de reduzir em 28% o consumo de energia.

Até então, o processador de dois núcleos estava restrito aos computadores de mesa.

Ao citar números da consultoria IDC, Otellini destacou que o mercado brasileiro de portáteis deverá superar a marca de 1 milhão de máquinas em 2008, dobrando este número em 2010.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail