Home > Notícias

Linha LCD pode trazer lucro de volta ao setor de TVs da Sony

Empresa japonesa, ameaçada por rivais, afirma que demanda pela linha Bravia poderá dar lucro novamente à companhia

Por Martyn Williams, para o IDG Now!*

19/04/2006 às 11h30

Foto:

Empresa japonesa, ameaçada por rivais, afirma que demanda pela linha Bravia poderá dar lucro novamente à companhia

A Sony espera que seu setor de televisão volte a lucrar na segunda metade do ano fiscal graças à forte demanda por sua recente linha de TVs LCD Bravia, um executivo da empresa disse nesta quarta-feira.

A companhia de Tóquio, líder há tempo do mercado de TVs por sua linha Trinitron com tecnologia CRT, vem sofrendo nos últimos anos pela sua incapacidade em desenvolver televisões de tela plana com qualidade. Competidores, como a Sharp, foram rápidos em se aproveitar da demanda dos consumidores para tais aparelhos e conseguiram tirar uma participação de mercado da Sony.

A Sony começou a lutar contra as rivais no ano passado com o lançamento de vários modelos de LCD sob a marca Bravia. Os aparelhos venderam bem e ajudaram a Sony a mais que dobrar sua participação no mercado global de televisores LCD, disse o presidente da Sony Executive Katsumi Ihara, falando em uma conferência sobre equipamentos de vídeo nesta quarta. Baseado no lucro, a Sony estime que tinha 9% do mercado de TVs da nova geração entre abril e setembro de 2005, e 19% entre outubro do ano passado e março de 2006, revelou ele.

A Sony antecipa que a demanda continuará a ser forte e espera dobrar as vendas de TVs de LCD durante o ano fiscal corrente, disse Ihara. Como resultado, o setor de TVs da Sony deverá retornar a um patamar de lucro na segunda metade do ano fiscal vigente, o que deverá ocorrer entre outubro de 2006 e março de 2007.

Institutos de pesquisa concordam que a Sony promoveu uma forte aparição no mercado de LCDs, mas diferenciam levemente o quão vem a empresa está. Em fevereiro, a companhia DisplaySearch contabilizou um salto na participação de mercado da Sony de 9% no terceiro trimestre de 2005 para 15% no período seguinte, para se tornar a maior fabricante de TVs de LCS durante os três últimos meses do ano.

A iSuppli estimava em março que a Sony tinha 15% do mercado durante o quatro trimestre, mas ainda estava atrás da Sharp, primeira na lista.

Sem esperar qualquer grande mudança esperada na crescente demanda por TVs de LCD, a Sony planeja aumentar a produção dos equipamento com a S-LCD, uma joint-venture operada pela companhia com a Samsung. A joint venture começou a operar uma fábrica no ano passado e está no processo de aumentar sua produção em 25%. Na quarta, Sony e Samsung disseram que a produção será aumentada por uma quantia similar para manter sua demanda. Na semana passada, ambas as companhias anunciaram planos de investir cerca de dois bilhões de dólares em uma segunda fábrica, na Coréia do Sul.

Espera-se que a Sony anuncie detalhes sobre suas operações no setor de TVs na próxima semana, quando será divulgado o balanço para seu ano fiscal terminado em março.

*Martyn Williams é repórter do IDG News Service, em Tóquio

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail