Home > Notícias

Brasil bate dois recordes na internet em março: usuários e tempo

O número de brasileiros que acessam a internet chegou a 14,1 milhões em março, aumento de 6,5%. Horas navegadas passa de 19 horas, mas Brasil fica atrás dos franceses

Por Ralphe Manzoni Jr.

20/04/2006 às 11h22

Foto:

O número de brasileiros que acessam a internet chegou a 14,1 milhões em março, aumento de 6,5%. Horas navegadas passa de 19 horas, mas Brasil fica atrás dos franceses

Cerca de 14,1 milhões de brasileiros utilizaram a Internet em suas residências no mês de março, um aumento de 6,5% sobre fevereiro, de acordo com o IBOPE/NetRatings.

É a primeira vez, desde que a empresa iniciou a medição de audiência domiciliar em nosso país (em setembro de 2000), que o número de internautas residenciais ativos ultrapassa 14 milhões.

O tempo on-line também foi recorde, com 19hs 24min, superado apenas pelos franceses, com 19hs 28min (um recorde também naquele país).

Segundo o Comitê Gestor da Internet no Brasil, em março, o número de domínios “.br” chegou a 899.044 contra 880.782 em fevereiro, um aumento de 21,7% nos últimos 12 meses.

A categoria “Viagens e Turismo” foi um dos destaques do mês passado, registrando cerca de 3,1 milhões de usuários, aumento de 48% sobre fevereiro.

“O crescimento da categoria pode ser explicado por uma série de fatores: o dólar barato, o elevado número de promoções das empresas áreas e a Copa do Mundo, que estimula a busca de informações sobre pacotes turísticos para o evento”, acredita Marcelo Coutinho, diretor-executivo do IBOPE Inteligência.

Em relação ao aumento do tempo on-line, o IBOPE Inteligência destaca o crescimento da categoria “comunidades”, que engloba os sites de relacionamento, blogs, fotoblogs e videoblogs.

A categoria atingiu 3hs 46min de uso individual em março deste ano, mais do que o dobro da 1h 47min verificados em março de 2005, sendo visitada por 74% dos internautas domiciliares brasileiros.

“Embora diferentes sites dominem a audiência da categoria em cada país, trata-se de um fenômeno global, fruto da evolução da tecnologia de software, que facilitou a disponibilização de conteúdo pessoal na Internet, e da expansão do uso da Banda Larga”, destaca Coutinho.

Outros países com alto índice de utilização da categoria são a França e o Japão, com 68% dos internautas residenciais frequentando sites de comunidades.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail