Home > Notícias

Fapesp lança DVDs sobre nanotecnologia

Série de vai abordar todo o processo evolutivo da “ciência do nano”

Por Redação do IDG Now!*

25/04/2006 às 12h38

Foto:

Série de vai abordar todo o processo evolutivo da “ciência do nano”

Apesar de ser uma ciência com excelentes perspectivas para o futuro, a nanotecnologia, pelo menos em tese, é mais antiga do que talvez muitas pessoas poderiam imaginar. Há 2.400 anos, sem ter consciência de que tratava-se de nanopartículas, alguns povos antigos já colhiam os frutos desse universo do muito pequeno.

“Desde aquele período, são produzidos objetos com ouro e prata coloidal. Essas nanopartículas eram utilizadas para obter cores diferentes nos vasos de cristal”, disse Elson Longo, diretor do CMDMC, à Agência FAPESP. “Sob o ponto de vista atual, podemos afirmar que naquela época se utilizavam partículas nanométricas para mudar as propriedades dos materiais”, explica o pesquisador.

O centro dirigido pelo cientista paulista, um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepids) da FAPESP, acaba de lançar o DVD “Nanotecnologia: o futuro”. Esse é o primeiro de uma série de cinco documentários que pretende divulgar as principais pesquisas em desenvolvimento na área.

Para Longo, a nanotecnologia está longe de ser uma ciência nova. “É como praticamente redescobrir o antigo por meio de uma abordagem mais moderna”, define o também professor do Instituto de Química da Universidade Estadual Paulista, campus de Araraquara. Além de mostrar seus aspectos históricos, a série de DVDs vai abordar todo o processo evolutivo da “ciência do nano”.

“Os equipamentos evoluíram muito e isso vem permitindo aos cientistas caracterizar a área com mais facilidade. Hoje vivemos o século da nanotecnologia e onde seus avanços permitirão melhorar sensivelmente o dia-a-dia do cidadão”, acredita Longo.

Produzido em parceria com a Oz Produtora, o documentário será distribuído em escolas de ensino médio e fundamental do interior de São Paulo, além de órgãos públicos da área de ciência e tecnologia. A idéia é mostrar por que uma extensão tão pequena como 1 nanômetro, que corresponde a 1 bilionésimo de metro, tem se tornado alvo de interesse de pesquisadores e empresários em todo o mundo.

Depois da abordagem histórica, os próximos DVDs vão abordar assuntos como cosméticos, energia, nanofios, nanofitas, nanotubos e a influência da nanotecnologia na elaboração de produtos e processos que beneficiem a sociedade. “No primeiro volume começamos com a caracterização da ciência em si.

Vamos terminar com os produtos gerados por essa revolução tecnológica”, conta Longo.

O primeiro documentário da série está disponível on-line em: www.liec.ufscar.br.

*Com informações da Agência Fapesp.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail