Home > Notícias

Estudo: 97% dos usuários não sabem identificar spywares com exatidão

Teste da SiteAdvisor mostra que apenas 3% dos usuários sabem apontar páginas e serviços que não contenham pragas espiãs

Por Redação, do IDG Now!

27/04/2006 às 14h46

Foto:

Teste da SiteAdvisor mostra que apenas 3% dos usuários sabem apontar páginas e serviços que não contenham pragas espiãs

Um estudo conduzido pelo grupo Site Advisor mostrou que 97% dos usuários da web não conseguem diferenciar um site legítimo de um montado com o propósito de espalhar softwares maliciosos, como spywares e cavalos-de-tróia.

Em seu blog, a companhia afirma que apenas 3% dos mais de 14 mil usuários submetidos ao "Spyware Quiz" passaram pelas oito etapas do teste indicando exatamente páginas e softwares legítimos que não continham pragas espiãs.

Entre as opções disponíveis no testes, estão sites com letras de música, games online e notícias de celebridades, além de quatro dos mais populares aplicativos para compartilhamento de música online.

O teste, "montado para determinar como usuários detectam visualmente a presença de softwares intrusivos em um site", afirma também que, de acordo com suas escolhas, mais de 65% dos internautas teriam sido infectados mais de duas vezes.

Spywares não são as únicas ameaças em páginas forjadas. Hackers montam endereços falsos baseados em serviços legais, como bancos e e-mails, para enganar o usuário e força-lo a divulgar dados confidenciais, como senhas, em uma ação conhecida como Phishing.

A Site Advisor, porém, afirma em seu próprio blog que usuários que souberam identificar todas as ameaças não devem se vangloriar. O tempo necessário para a infecção com spywares, de acordo com a empresa, "pode ser mais longo para un ou mais curto para outros, dependendo do seu comportamento online, mas o resultado (a infecção) é sempre a mesma".

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail