Home > Notícias

Windows Live será lançado a partir de julho no Brasil

Novos serviços vão ser lançados de forma gradual e são chave para a Microsoft combater o avanço do Google na internet.

Ralphe Manzoni Jr. editor executivo do IDG Now!

27/04/2006 às 19h21

Foto:

Novos serviços vão ser lançados de forma gradual e são chave para a Microsoft combater o avanço do Google na internet.

A Microsoft começa lançar, a partir de julho, os serviços da sua estratégia Windows Live no Brasil, informou Osvaldo Barbosa, diretor do MSN Brasil e América do Sul.

O Windows Live é a forma como a Microsoft chama uma série de serviços e softwares que vão migrar do desktop para a internet, entre eles o messenger, o e-mail e a busca.

De acordo com Barbosa, estão previstos para o Brasil o Windows Live Messenger, Windows Live Mail, Windows Live Search, Windows Live Spaces, Windows Live Toolbar, Windows Desktop Search e Windows Live Safety Center com Family Safety Center. (Saiba mais sobre cada um deles na página 2)

O executivo não detalhou as datas exatas de quando estes produtos estarão disponíveis. Todos eles ainda estão em versão beta e podem ser experimentados pelos usuários.

A demonstração dos serviços do Windows Live contou com a presença de Kevin Johnson, co-presidente da divisão de plataformas e serviços, responsável pela estratégia do Windows e do MSN.

Johnson afirmou que o Windows Live é um produto separado do Windows Vista, que deve ser lançado em janeiro de 2007, mas frisou que os usuários terão uma boa experiência se o usarem de forma integrada.

O executivo também não quis fazer nenhuma previsão sobre a participação do Windows Live no faturamento da Microsoft, mas mostrou os modelos de negócios que vão gerar receitas: publicidade, por meio de venda de banners e links patrocinados, e assinaturas.

Em relação a assinaturas, Johnson esclareceu que ele deve ser voltado para modelos específicos de serviços, com foco em produtividade, para as pequenas empresas. No caso, referia-se ao Office Live.

Questionado sobre o Google, que seria a “inspiração” desses novos serviços, Johnson esquivou-se, dizendo que o mercado é muito competitivo, o que apenas inspira a empresa a fazer um bom trabalho. “Estamos focados nos usuários e não em nossos competidores”, acrescentou o executivo.

Ele justificou a iniciativa com números. A indústria mundial de software é de 131 bilhões de dólares, enquanto a de publicidade de 520 bilhões de dólares. Desta fatia, a publicidade online representa apenas 3% (17 bilhões de dólares), mas deverá chegar a 35 bilhões de dólares em 2008.

Uma peça chave é o AdCenter, ferramenta da Microsoft para os chamados links patrocinados, que são os resultados pagos de buscas. Ele estava em testes na França e Cingapura. O alvo é colocá-lo em produção nos Estados Unidos para depois lança-lo em outros países.

Lançamentos
Conheça quais os produtos que a Microsoft planeja lançar no mercado brasileiro a partir de julho de 2006:

Live.com: é uma página pessoal que pode ser personalizada pelo usuário a partir de feeds de RSS. Usa a tecnologia Ajax e terá uma série de miniaplicativos (gadgets), que poderão funcionar tanto no desktop como na internet.

Windows Live Search:
é o sistema de busca. A grande novidade é a capacidade de criar macros que direcionam as buscas para sites ou conteúdos específicos do usuário. Ele também terá uma única página para mostrar os resultados.

Windows Live Mail:
é o serviço mundial de webmail da Microsoft. A empresa afirma que os usuários do Hotmail poderão utilizar na íntegra o novo serviço.

Windows Live Messenger: é o sucessor do MSN Messenger. Terá integrado vários dos serviços do Windows Live, entre eles o Live Mail, Spaces e Windows.

Windows Live Safety Center:
é uma página de proteção para usuários do Windows Live, na qual é possível checar a saúde de seu computador por meio de um software de scan gratuito.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail