Home > Notícias

Pesquisa: 5% dos resultados em buscas levam a páginas maliciosas

SiteAdvisor alerta que sites como Google, MSN e Yahoo direcionam usuários a links que instalam spywares, enviam spams e invadem o PC

Por Redação, do IDG Now!

12/05/2006 às 14h28

Foto:

SiteAdvisor alerta que sites como Google, MSN e Yahoo direcionam usuários a links que instalam spywares, enviam spams e invadem o PC

Sob a baderna de links oferecidos por um site de busca, o usuário pode encontrar mais do que meramente uma página com conteúdo que não lhe interessa. Estudo do grupo SiteAdvisor afirma que, na média, cerca de 5% dos resultados apresentados por buscadores como Google, MSN, Yahoo e AOL podem prejudicar o PC do usuário.

Chamado de "A segurança dos sistemas de buscas online", o estudo afirma que nenhum buscador apresenta resultados 100% seguros.
O mais preciso entre os testados foi o MSN, com apenas 3,9% de resultados maliciosos, seguido pelo Yahoo, com 4,3%. Líder de mercado, o Google aparece na terceira posição, empatado com a AOL, com 5,3% dos seus resultados comprometidos.

O grupo considerou maliciosos sites que distribuam spams, instalem adwares e exijam ou façam alguma modificação no PC do usuário para que ocorra a navegação.

Ainda que haja resultados perigosos nas buscas por todos os tipos de assunto, o grupo conseguiu delimitar palavras e formatos de procura que representam maior risco ao PC do usuário.

De acordo com o documento, a taxa de resultados maliciosos pulava para 72% quando eram buscados termos como "screensavers gratuitos", "kazaa", "download de música", e "games gratuitos".

Entre os links patrocinados, reproduzidos em colunas laterais na maioria dos sistemas testados, a média de endereços comprometidos também subiu, de 5% para 8,5%.

A taxa média de 5%, aparentemente baixa, toma outro tamanho quando se leva em consideração o mercado de buscas online. Estudo da Nielsen NetRating, divulgado em março, revela que usuários norte-americanos realizaram 5,7 bilhões de buscas em janeiro deste ano.

A partir do número, a Site Advisor calcula que usuários do EUA entram, mensalmente, em 285 milhões de sites perigosos graças à filtragem falha dos sistemas de busca.
No final de abril, o SiteAdvisor havia divulgado que outro problema relacionado à segurança do usuário durante a navegação.

Segundo o grupo, 97% dos usuários não conseguiam apontar com exatidão páginas com softwares espiões.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail