Home > Notícias

SP estuda bloqueio de celulares em regiões próximas a presídios

A Secretaria de Administração Penitenciária de São Paulo poderá solicitar às operadoras para desativar algumas antenas

Redação do Computerworld*

15/05/2006 às 10h40

Foto:

A Secretaria de Administração Penitenciária de São Paulo poderá solicitar às operadoras para desativar algumas antenas

A Secretaria de Administração Penitenciária de São Paulo poderá solicitar às operadoras de telefonia celular que atuam na capital paulista para desativar momentaneamente algumas das antenas em funcionamento em regiões próximas aos presídios.

A medida seria uma forma de tentar minimizar a comunicação entre os detentos rebelados em diversos presídios de São Paulo e de outros Estados brasileiros. Em entrevista coletiva no último sábado (13/05), o secretário de Administração Penitenciária, Nagashi Furukawa, deixou claro que, em sua avaliação, o “ônus por bloquear o sinal dos telefones móveis nas penitenciárias é das operadoras”.

O secretário, entretanto, não esclareceu como o sinal poderia ser bloqueado sem afetar o uso dos moradores dessas regiões.

Procurada pela reportagem do Computerworld, as operadoras TIM, Claro e Vivo ainda não apresentaram uma resposta oficial sobre se já foram ou não questionadas sobre essa possibilidade. A Secretaria da Administração Penitenciária também não deu um posicionamento oficial até o momento.

*Com informações da Agência Brasil.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail