Home > Notícias

P2P: conteúdo livre, mas nada legal

Redes de compartilhamento P2P fazem a alegria de usuários e o desespero da indústria. Entenda tecnologias, conheça programas e saiba o que é e o que não é legal

P2P: conteúdo livre, mas nada legal

16/05/2006 às 11h00

Foto:

Redes de compartilhamento P2P fazem a alegria de usuários e o desespero da indústria. Entenda tecnologias, conheça programas e saiba o que é e o que não é legal

A terra sem lei que caracterizava a internet, com seus roubos de domínios e páginas infectadas por pragas, tomou um banho de correção para deixar para trás muitos dos fatores que impunham seu estigma de abandono. Muitos, menos um, para a alegria dos entusiastas de música e filmes: o compartilhamento livre de documentos.

O que na vida real parecia uma simples demonstração de afeto, como emprestar um livro ou gravar um VHS, tomou proporções jurídicas quando os bits substituíram os átomos na mídia preferida pelos consumidores de cultura.

Desde o surgimento do Napster, em 1999, gravadoras e usuários tomaram lados diferentes na batalha pela legalidade do ato de dividir material com seus amigos.

A encarnação digital de músicas, vídeos e livros não chega a desrespeitar as leis. A forma como os usuários conseguem esses arquivos é o grande problema. As redes P2P (peer-to-peer) se transformaram em enormes livrarias, videolocadoras e lojas de CD em que usuários levam o que querem, dependendo apenas da velocidade com que acessam a internet.

Motivos de amor, ódio e ações judiciais, as redes P2P sofrem ataques de associações de gravadoras e estúdios de cinema, que alegam infração de direitos autorais. No entanto, o compartilhamento continua forte por facilitar aos usuários o acesso a conteúdos diversos e gratuitos.

O IDG Now! preparou um especial para explicar como funciona a tecnologia, listar os principais programas, oferecer dicas de segurança e, principalmente, esclarecer a postura da lei brasileira sobre usuários de serviços P2P.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail