Home > Notícias

Sua empresa conectada

Cabo? ADSL? Satélite? Rádio? Saiba como escolher o acesso à internet mais adequado ao seu tipo de negócio

Alice Sosnowski

18/05/2006 às 11h58

Foto:

Cabo? ADSL? Satélite? Rádio? Saiba como escolher o acesso à internet mais adequado ao seu tipo de negócio

Ligações de graça ou mais baratas com VoIP, comércio eletrônico, captação de clientes com e-mail marketing... São muitos os atrativos da internet para as pequenas empresas. Pesquisa realizada pela Câmara-e.net revela que 90% dos micro, pequenos e médios empresários consideram a internet importante para os negócios. Mas, antes de desfrutar essa ferramenta, o empreendedor precisa escolher o tipo de conexão à rede mundial de computadores.

Em meio a tantas variáveis, como provedores de acesso, velocidade de transmissão, limite de tráfego de dados e estabilidade na conexão, como fazer a escolha? A primeira coisa é descobrir qual a real necessidade de sua empresa. Para identificá-la, dois fatores básicos devem ser levados em conta, segundo o especialista em telecom Tiago Conduta: quantos computadores serão conectados à internet e qual a intensidade de uso. Um despachante, por exemplo, passa horas conectado para acessar sites governamentais e baixar documentos como certidões. Um restaurante, por sua vez, deve usar pouco a rede para contato com fornecedores, clientes e serviços financeiros.

Tendo essas definições, fica fácil determinar a velocidade da conexão mais adequada ao tipo de negócio. Atualmente, há no mercado planos empresariais que vão de 150 Kbps a 2 Mbps. Para os planos residenciais, a velocidade chega a 8 Mbps. E nada impede que se opte por eles. Mas, nos planos residenciais, as empresas perdem a possibilidade de ter o IP Fixo, recurso que permite o acesso remoto ao computador e a criação de um servidor próprio para hospedar emails e sites. Outro ponto essencial é a disponibilidade de serviços na região onde se encontra o negócio.

"Nas capitais, existe acesso a uma infinidade de provedores. No interior, o empreendedor precisa descobrir qual serviço está disponível", explica Egnaldo Paulino, consultor de tecnologia do Sebrae-SP. Conexão por linha discada, cabo, ADSL, satélite, rádio, celular ou wireless são as formas de acesso à rede. As mais comuns para acesso rápido são por te-lefone e cabo. A primeira é oferecida por operadoras como Telefônica (Speedy), Telemar (Velox) e Brasil Telecom (Br Turbo), que usam a tecnologia ADSL (Asymmetric Digital Subscriber Line) para converter a linha tradicional em uma linha telefônica digital capaz de transmitir dados em alta velocidade. A segunda, feita por cable modem, utiliza-se da infra-estrutura montada pelas operadoras de TV por assinatura para realizar a conexão.

Pesquisa feita pelo Instituto Ipsos-Opinion em 2005 e divulgada pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil aponta que 57,95% das empresas utilizam a internet por meio de conexão ADSL. Outras formas de acesso acabam por preencher lacunas de companhias com necessidades específicas. Satélite ou rádio, por exemplo, são indicados para quem precisa navegar na internet e está em uma região mais remota. O Wi-Fi garante conexão para o empresário que precisa de mobilidade. E há também a possibilidade de contratar os serviços de link dedicado, que fazem uma ponte direta entre os computadores da empresa e um backbone da Embratel. Por garantir alta performance sem passar por provedores intermediários, esse tipo de acesso tem custo elevado e é mais utilizado por empresas de maior porte.

Segundo Alexandre de Freitas, diretor de marketing e vendas do UOL, a maior parte das pequenas empresas opta pelas conexões de 350 Kbps ou 550 Kbps. "Elas têm um comportamento muito parecido com o do cliente residencial", diz. Com uma velocidade de 550 Kbps, a empresa pode conectar-se a uma rede com cinco usuários utilizando o acesso em horário comercial. "É claro que isso depende da natureza do negócio", explica Joaquim Torres, gerente de produto da Locaweb. "Se for uma gráfica que faz muitos downloads de imagens pesadas, por exemplo, a conexão precisa ser melhor", conclui. Além disso, é preciso estar atento ao volume de downloads permitido pelo pacote para não estourar a cota e ter de pagar mais por megabyte.

SOB MEDIDA

Grandes portais de conteúdo oferecem, em parceria com as operadoras, uma série de planos específicos para empresas. Além da autenticação, esses provedores disponibilizam serviços como contas de e-mail, suporte técnico, disco virtual e hospedagem na web.

O Terra Empresas atua no segmento desde 1995. Segundo Norma Matta, gerente de produto da área, a companhia procura atender aos clientes empresariais a partir de suas necessidades de negócios, como o volume de transferência de dados e o tamanho da rede local. De acordo com Norma, a equipe de vendas identifica o perfil do cliente e o encaminha para o plano mais adequado. O UOL Empresa oferece desde pacotes básicos, com e-mail e suporte técnico, até planos business mais sofisticados com direito a IP fixo, disco virtual e atendimento especial.

Os provedores regionais também atendem às necessidades do público empresarial. Para brigar com os grandes, oferecem atendimento mais personalizado aos clientes. “O contato é mais próximo e por vezes mais eficiente”, destaca Antônio Tavares, presidente da Associação Brasileira de Provedores de Internet (Abranet). “Só é preciso ficar atento à infra-estrutura do provedor e a sua reputação no mercado”, alerta o executivo.

Confira alguns planos oferecidos por provedores de banda larga

Provedor Conexão Preço (R$) Onde encontrar
AJato cabo 89,90 (Ajato negócios
600 Kbps)
TVA
www.ajato.com.br
Giro celular 99,80 (Giro Básico)

Vésper/Embratel
www. giro.com.br

Neovia rádio 89,90 (Neosoho 350) Neovia DirectNet
www.neovia.com.br
Speedy ADSL 109,90 (Speedy Business
350 Kbps)
Telefônica
www.speedy.com.br
StarOne satélite 514 (EB 200 Kbps) Embratel
www.starone.com.br
Turbo ADSL 79,90 (Turbo 400) Brasil Telecom
www.brasiltelecom.com.br/
turbo
Turbonet ADSL 119,90 (Turbonet Profissional
300 Kbps)
GVT
www.gvt.com.br/
Velox ADSL 79 (Velox Empresarial
150 Kbps)
Telemar
www.velox.com.br
Vírtua cabo 199,90 (NET Vírtua
Empresas 600 Kbps)
Net
www.virtua.com.br
Vivax cabo 129,90 (Vivax
Empresas 400)
Vivax
www.vivax.com.br

*Preços de referência. Valores variam de acordo com a região, o plano e as velocidade disponíveis

LEIA TAMBÉM:
* Pessoas e empresas têm dificuldades para usar serviços de banda larga em algumas regiões
* Case: atrás de uma boa conexão

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail