Home > Notícias

Vendas de plasma e LCD no 1º tri já superam total vendido em 2005

São Paulo - Cenário favorável faz ELETROS rever previsão para 2006, que agora é de até 230 mil aparelhos, uma alta anual de 300%.

Por Redação do IDG Now!

26/05/2006 às 17h14

Foto:

São Paulo - Cenário favorável faz ELETROS rever previsão para 2006, que agora é de até 230 mil aparelhos, uma alta anual de 300%.

As vendas de televisores de plasma e LCD nos três primeiros meses de 2006 já superaram todo o volume vendido em 2005, de acordo a ELETROS (Associação Nacional de Fabricantes de Produtos Eletroeletrônicos).

Foram vendidos entre janeiro e março deste ano 60 mil unidades de TVs de plasma e LCD, número que levou a associação a rever a previsão total de vendas em 2006 para 185 mil a 230 mil aparelhos - o que representará uma alta de até 300% sobre 2005.

A projeção de desempenho da indústria em médio prazo também foi revista para cima. Antes, a ELETROS estimava que somente em 2008 a venda de TVS com novas tecnologias somaria 430 mil unidades. Agora, a previsão é de que já em 2007 serão vendidos 430 mil aparelhos, número que pode ser até 20% maior, em um cenário favorável da economia e do mercado.

Em 2008, as vendas devem se situar em 720 mil unidades, podendo também ultrapassar essa projeção em até 20%, em um cenário econômico favorável. A associação prevê ainda que os televisores de novas tecnologias já representarão cerca de 8% do mercado em 2008.

Um dos fatores decisivos para esta mudança de cenário é a queda nos preços, influenciada pela desvalorização do dólar, que tem forte influência sobre os componentes importados, e pela fabricação local dos aparelhos de plasma e LCD.

Os televisores de plasma e LCD (cristal líquido) começaram a serem vendidos no mercado brasileiro em 2002, atingindo no período a marca de 2,1 mil unidades vendidas. Em 2003 este volume subiu para 2,4 mil unidades e, em 2004, registrou um incremento de 379%, com a venda de 11,5 mil aparelhos.

Em 2005, foram vendidas 58 mil unidades, com crescimento de 400% em relação ao ano anterior, mas ainda assim este volume representou apenas 0,6% do mercado total de televisores.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail