Home > Notícias

Leve, Classmate PC tem mensageiro e teclado compacto

O IDG Now! teve acesso à versão de testes ao laptop educacional da Intel, antes conhecido como Edu-Wise, em apresentação da empresa

Por Guilherme Felitti, repórter do IDG Now!

30/05/2006 às 11h07

Foto:

O IDG Now! teve acesso à versão de testes ao laptop educacional da Intel, antes conhecido como Edu-Wise, em apresentação da empresa

A Intel aproveitou o anúncio da introdução de dois projetos de inclusão digital no Brasil para fazer a mesma demonstração prática do seu notebook educacional, que teve seu nome trocado de Classmate PC para Edu-Wise, no Brasil.

O modelo usado na demonstração foi o mesmo apresentado pelo presidente da empresa Paul Otelinni no começo de maio, durante a feira World Congress on Information Technology, nos Estados Unidos.

Por ser ainda uma versão de testes, o notebook não trazia todas as funções que deverão ser incluídas quando houver o lançamento oficial, programado pela Intel para o primeiro trimestre de 2007.

O Classmate PC tem tamanho que lembra um caderno, um pouco maior em largura e cerca de quatro vezes mais grosso que o convencional, o que pode ser considerado tanto seu atrativo como uma das desvantagens.

O aparelho pesa cerca de 1 quilo, o que facilita sua portabilidade mesmo para crianças. O uso do teclado também deverá ser confortável apenas para pequenos usuários, já que o compacto teclado, com 6,5 centímetros de largura por 18 centímetros de cumprimento, torna as teclas pequenas demais para dedos adultos.

Assim como tantos outros fatores, porém, o teclado poderá ser alterado, assim como o material que envolve o equipamento. Na apresentação, a capa de couro na cor azul claro dava uma impressão mais infantil do aparelho, de acordo com o foco educacional da empresa.

Junto à capa de couro, a grande alça dá um aspecto de bolsa feminina ao equipamento, o que poderá ser mudado durante o processo de configuração do equipamento pela Intel.

"Ainda não fechamos se vai ser realmente couro envolvendo o aparelho. A decisão depende de diferentes fatores sociais de cada mercado explorado", adverte Rogério de Paula, antropólogo da Intel durante a apresentação.

A Intel não divulgou a configuração técnica do ClassMate PC, mas deixou algumas pistas no ar durante a apresentação. O aparelho tem tela LCD de 7 polegadas, acesso a redes sem fio para conexão com o professor e usará memória flash para armazenamento, como forma de evitar que eventuais acidentes comprometam o disco rígido.

O notebook rodava o sistema operacional Windows XP sem sinais de comprometimento dos recursos do sistema, mas a própria Intel admite que o ClassMate PC deva ter sistemas de código aberto integrados.

Durante a apresentação, Vanda Linguevis, gerente de iniciativas para novas plataformas, demonstrou como alunos e professores poderão interagir pelo ClassMate PC. Conectados por redes sem fio, é possível a troca de mensagens instantâneas entre ambos e o compartilhamento de conteúdo, com crianças assistindo cada um em seu aparelho o que o professor faz em seu notebook.

Caso um aluno esteja concentrado em outra aplicação que não a indicada para a aula, o professor poderá ter acesso ao desktop da criança e bloquear o software remotamente.

O uso da rede sem fio está presente também no sistema de autenticação desenvolvido pela Intel para evitar o roubo dos aparelhos. Toda vez que se desconecta da rede da escola, o ClassMate PC inicia uma contagem que, se esgotada sem que o aparelho tenha acesso o sistema educacional, trava o notebook.

A Intel acredita que a iniciativa do tipo deverá desencorajar o roubo de equipamentos das crianças.

Dentro do cronograma de lançamento do ClassMate no Brasil, a Intel hoje se dedica a decidir tanto o modelo de negócio empregado como as configurações do aparelho, segundo Elber Mazzaro, gerente de marketing da Intel.

A empresa, porém, tem conversado com o assessor especial do presidente Lula César Alvarez, para oferecer os notebooks em projetos educacionais federais, e já tem “negociações avançadas” com desenvolvedores nacionais interessados em montar o equipamento no Brasil.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail