Home > Notícias

Mobilidade é prioridade para 27% dos bancos mundiais, afirma estudo

Investir em formas de acesso móvel às transações bancárias, por celulares ou terminais portáteis, é considerado fator determinante para crescimento

Por Camila Fusco, repórter do Computerworld

01/06/2006 às 11h58

Foto:

Investir em formas de acesso móvel às transações bancárias, por celulares ou terminais portáteis, é considerado fator determinante para crescimento

As formas móveis de acesso às aplicações bancárias, sejam por telefones celulares ou por terminais portáteis, são consideradas a prioridade atual para mais de 20% dos bancos mundiais, à frente até mesmo da internet. Isso é o que aponta uma pesquisa da consultoria Accenture realizada com 118 executivos dos bancos de varejo nos Estados Unidos, Europa e região Ásia-Pacífico.

De acordo com o levantamento, 27% dos profissionais pesquisados dizem concordar totalmente ou muito com a necessidade de investimentos no chamado "mobile banking". Para eles, esse é o fator mais importante que pode conduzir ao crescimento da organização como um todo.

Para 17% dos profissionais, a utilização da internet para a realização das transações bancárias será o canal mais importante de captura de novos clientes. Já 31% deles apontam que construir uma força de venda de serviços e produtos financeiros baseada nas tecnologias móveis é essencial para ganhar mercado.

O estudo mostrou também que o foco em crescimento tem superado as preocupações com corte de custos. Para 56% dos profissionais esse cenário já é realidade. Além disso, quatro entre cinco bancos de varejo estimam uma taxa anual de crescimento de mais de 5% durante os próximos anos, volume que em vários casos ultrapassa até mesmo o crescimento estimado para o segmento nos mercados domésticos. Grande parte dos entrevistados (42%) demonstrou também que esperam que seus negócios voltados aos clientes domésticos cresçam anualmente mais de 10% nos próximos três anos.

A redução em tarifas ou preços dos produtos bancários como forma de atrair clientes foi citada por poucos executivos. Apenas 4% deles disseram que estabelecer preços menores para todos os produtos é o único modo de impulsionar a demanda.

A pesquisa foi conduzida pela Accenture entre abril e julho de 2005 e teve o objetivo de identificar oportunidades e estratégias de crescimento para o segmento nos próximos anos.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail