Home > Notícias

AMD anuncia primeiros processadores com quatro núcleos para 2007

Executivo diz que chips voltados para servidores deverão dar vantagem frente à Intel, junto a programas de integração com desenvolvedores

Por Ben Ames, para o IDG Now!*

02/06/2006 às 11h17

Foto:

Executivo diz que chips voltados para servidores deverão dar vantagem frente à Intel, junto a programas de integração com desenvolvedores

A AMD começará a vender processadores de quatro núcleos para servidores, workstations e desktops high-end no segundo semestre de 2007, segundo anúncio do gerente de tecnologia da empresa Phil Hester nesta quinta-feira (01/06).

A companhia também lançará um novo design em núcleo duplo para desktops na mesma época. Todos os quatro novos processadores usarão a arquitetura de chips de 65 nanômetros, disse o executivo em uma sala cheia de analistas durante o encontro anual Technology Day da companhia.

Atualmente, a companhia faz apenas chips com arquitetura de 90 nanômetros. Até o final do ano, porém, os primeiros chips com 65 nanômetros chegam ao mercado. Em 2010, a empresa espera produzir chips com 32 nanômetros e admitiu já estar trabalhando com a IBM para processadores com 22 nanômetros.

A AMD foi responsável pela mudança do mercado para processadores de núcleo duplo, mas a Intel está pronta para recuperar o espaço perdido com o lançamento de seus chips de quatro núcleos também no segundo semestre de 2007.

Além de construir chips com mais núcleos de processamento e componentes menores, a AMS também quer oferecer produtos mais eficientes. Na quinta-feira, a companhia também revelou planos para construir um chip eficiente para notebooks com núcleo duplo, com lançamento programado para 2007.

Eficiência de energia é o principal tema abordado pela companhia na longa batalha com a Intel. A AMD geralmente alega superioridade de eficiência, expressada pela performance por Watt.

A nova família de chips da AMD continuará batendo na mesma tecla ao implementar um sistema que muda a freqüência de cada núcleo para aproveitar toda sua potência de trabalho, disse Hester.

Comparado aos atuais chips para servidores Opteron, esta abordagem aumentará a eficiência de energia dos dispositivos em 60% até 2007, chegando a um ganho de 150% em 2008.

Durante o evento, a AMD também revelou planos de abrir seu design de chips para terceiros desenvolvedores, uma ação chamada de "Torrenza" pela companhia. A AMD espera que o esforço ajudará a companhia a ganhar mais parceiros entre os integrados de PC para se aproximar da participação de mercado da Intel.

A companhia também divulgou estratégias de marketing para cortar custos para diretores de TI entregando um pacote de segurança e promovendo a computação por thin clients.

A AMD oferecerá ferramentas de software para seus parceiros OEM, permitindo a redução dos custos de TI para clientes comerciais e plataformas de servidores ao ligar três fatores - segurança, virtualização e gerenciamento.

Estes novos modelos de negócios podem indicar o sucesso da AMD em seus esforços para ganhar mais parceiros, disseram analistas.

*Ben Ames é repórter do IDG News Service, em Boston.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail