Home > Notícias

Microsoft corrige novas falhas críticas

Empresa divulga 12 boletins de segurança para falhas do Windows, do Office e do Exchange

Redação IDG Now!

13/06/2006 às 18h41

Foto:

Empresa divulga 12 boletins de segunranças para falhas do Windows, do Office e do Exchange, sendo oito deles considerados críticos


A Microsoft divulgou nesta terça-feira (13/06) 12 boletins de segurança para correção de 21 vulnerabilidades de software que atingem o sistema operacional Windows, o pacote de aplicativos Office e o servidor de e-mail Exchange

Essa é a maior correção da Microsoft desde fevereiro de 2005. Do total, nove dos boletins de segurança atingem o sistema operacional Windows, sendo que seis deles foram classificados como críticos, dois importantes e um moderado.

Uma falha crítica é a classificação máxima da Microsoft e permite que um usuário mal-intencionado assuma o controle do computador.

Dois dos boletins corrigem o Office, sendo que ambos são considerados críticos, e um deles atualiza o servidor de e-mail Exchange. Este último é considerado importante.

Das 21 vulnerabilidades corrigidas, 19 delas permitem "execução remota de código", o que é a senha para que um usuário mal-intencionado assuma controle do computador.

Os produtos corrigidos pelos 12 boletins de segurança da Microsoft são o Windows, Internet Explorer, Windows Media Player, Outlook, Word, PowerPoint e Exchange.
A megacorreção desta terça-feira é "certamente uma que as pessoas precisam sentar e tomar nota", afirmou Michael Sutton, diretor da VeriSign.

ActiveX
A Microsoft aproveitou seu ciclo de correções mensais para finalizar as mudanças na forma como o IE processa conteúdos dinâmicos usando o ActiveX.

Esta mudança é uma necessidade, afinal a Microsoft perdeu uma disputa judicial pela patente em uma briga judicial com a Universidade da Califórnia e a Eolas Technologies.

A Microsoft já vem lidando com essas mudanças há meses, mas ofereceu aos usuários “uma correção de compatibilidade” que permitia ao IE trabalhar com os web sites que não haviam sido reprogramados.

Agora, a atualização é obrigatória e não haverá forma de evitar as mudanças no ActiveX, que vão forçar os desenvolvedores a reprogramar partes de seus web sites e intranets.

O IE vai forçar usuários a clicar em um pop-up antes de ser capaz de interagir com o conteúdo em Flash ou QuickTime, por exemplo.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail