Home > Notícias

Hackers usam site hospedado pelo Google Pages para manter invasor

Websense alertou que um cavalo-de-tróia está hospedado em site com mesmo endereço IP da página principal do Google Pages

Por Jeremy Kirk, para o IDG Now!*

19/06/2006 às 11h07

Foto:

Websense alertou que um cavalo-de-tróia está hospedado em site com mesmo endereço IP da página principal do Google Pages

O serviço de hospedagem de sites do Google aparentemente está sendo usado por hackers para hospedar programas maliciosos usados para tentar roubar dinheiro dos usuários.

A especialista em segurança Websense alertou na sexta-feira (16/06) que um cavalo-de-tróia está hospedado em um site que tem o mesmo endereço IP da página principal do Google Pages.

Os cavalos-de-tróia se apresentam como softwares legítimos, mas na verdade carregam códigos maliciosos. Eles podem ser usados para roubar informações dos computadores infectados e frequentemente se espalham por meio de e-mails não solicitados e links falsos em softwares de mensagem instantânea.

Aparentemente, este cavalo-de-tróia foi identificado antes de o ataque ter sido lançado, disse a Websense. A empresa ainda não detectou e-mails ou golpes por software de comunicação instantânea que levem ao cavalo-de-tróia, desenhado para roubar informações bancárias.

Também conhecido como keylogger, o programa registra as teclas digitadas quando o usuário acessa sites de bancos, disse Ross Paul, gerente de produto sênior da Websense.

Segundo o especialista, criminosos usam serviços gratuitos de hospedagem com freqüência para manter programas maliciosos na web. “Qualquer lugar em que haja acesso anônimo para criar conteúdos é uma ferramenta bastante útil aos criminosos”, disse ele.

O arquivo do cavalo-de-tróia foi compactado pela ferramenta ASPack. Representantes do Google em Londres não foram localizados na manhã desta segunda-feira (19/06) para comentar o assunto.

O Google Pages é o complemento voltado a hospedagem do Google Page Creator, ferramenta gratuita que permite criar páginas na web sem conhecimentos de HTML. A ferramenta oferece diversos templates e 100 Mb de armazenamento para páginas ou arquivos.

Algumas horas após o seu lançamento, em fevereiro, o serviço caiu devido a excesso de demanda, sendo restaurado apenas três dias depois.

*Jeremy Kirk é editor do IDG News Service, em Londres.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail