Home > Notícias

SP deve emitir 60 milhões de notas fiscais eletrônicas por mês até 2009

Segundo dados revelados durante o 12º Conip, volume expressivo pode ser explicado pela redução de custos que o modelo

Por Redação do Computerworld.

28/06/2006 às 12h07

Foto:

Segundo dados revelados durante o 12º Conip, volume expressivo pode ser explicado pela redução de custos que o modelo

O Estado de São Paulo deverá registrar, até 2009, 60 milhões de notas fiscais eletrônicas emitidas por mês, volume que apontará o sucesso do modelo que vem sendo testado por várias regiões do País já neste ano.

O dado foi divulgado na terça-feira (27/07) durante o primeiro dia do 12º Congresso de Informática e Inovação na Gestão Pública (Conip), realizado até esta quinta-feira em São Paulo.

De acordo com Eudaldo Almeida de Jesus, coordenador geral do Encontro Nacional dos Coordenadores e Administradores Tributários Estaduais (Encat) e do Grupo Gestor da Nota Fiscal Eletrônica, o volume previsto para 2009 é o dobro do estimado mensalmente no ano anterior. Em 2008, a expectativa é de que 30 milhões de documentos eletrônicos sejam emitidos por mês no território paulista.

O coordenador ressaltou também que o modelo eletrônico traz economia de cerca de 3% no montante destinado a gestão de notas fiscais entre as companhias. As cifras motivaram as 19 empresas, que já testam o formato. De acordo com o executivo, algumas das empresas incluídas na fase de testes poderão deixar a fase de transição para a oficial das NF-e em agosto.

Também no segundo semestre, um grande volume de novas companhias são esperadas para aderir ao modelo. Em todo o Brasil são 10 mil as empresas que têm potencial para aderir à nota fiscal eletrônica.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail