Home > Notícias

Mercado brasileiro vende 638 mil computadores em maio

Pesquisa da IT Data aponta crescimento de 32,9% em relação a 2005. Volume também representou recorde histórico para o Brasil

Por Camila Fusco, repórter do Computerworld

03/07/2006 às 12h59

Foto:

Pesquisa da IT Data aponta crescimento de 32,9% em relação a 2005. Volume também representou recorde histórico para o Brasil

O mercado brasileiro registrou a venda de 638 mil computadores no mês de maio, incluindo desktops e notebooks, revela pesquisa divulgada nesta segunda-feira (03/07) pela consultoria IT Data Consulting.

De acordo com Ivair Rodrigues, diretor de pesquisa da organização, o volume representa recorde histórico no País, e reflete crescimento de 32,9% sobre as 480 mil máquinas comercializadas no mesmo mês do ano passado. Embora não cite números, o executivo aponta a Positivo como líder de mercado no período.

Os consumidores finais responderam por 40% das vendas, enquanto o mercado corporativo respondeu por 47% e governo, 13%. “O governo já comprou tudo o que tinha para comprar, só restam entregas a fazer. O mercado corporativo tende a comprar menos no segundo semestre, conforme apontam as pesquisas. Diante disso, acreditamos que o mercado consumidor final impulsionará a demanda até o final do ano”, explica.

O executivo aponta também que outro fator de destaque na pesquisa foi o crescimento do volume de máquinas adquiridas por consumidores das classes B e C. Cerca de 60% dos produtos vendidos em maio foram direcionados aos consumidores que compraram o seu primeiro equipamento.

O número de computadores vendidos no mês de maio poderia ter sido ainda maior em virtude da greve dos auditores da Receita Federal, que contribuiu para a falta de placas-mãe, monitores e memórias, indica a IT Data Consulting.

De maneira geral, a pesquisa mostrou ainda grande interesse dos consumidores por equipamentos personalizados, com monitores de cristal líquido e preferência por gabinetes nas cores preta e prata.

Em relação aos notebooks,  a IT Data estima que as vendas deverão crescer em torno de 75% neste ano.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail